Navio da Marinha salva navegador solitário

Um navegador solitário que tinha saído de Portimão, no dia 17 de Dezembro, com destino a à América do Sul foi resgatado por um navio da Marinha portuguesa.

O homem, de nacionalidade holandesa, queria fazer-se transportar, num barco a remos, até à Guiana francesa, mas, logo no dia seguinte, a cerca de 55 milhas (102 kms) a sudoeste do Cabo de São Vicente, devido a um problema ocorrido no sistema de governo da embarcação, ficou à deriva.

O alerta chegou ao Capitão do Porto de Portimão por uma amiga do navegador e, de imediato, foi accionada uma operação de resgate. Segundo informação da Autoridade Marítima, “foi empenhado o navio da Marinha portuguesa NRP Jacinto Cândido que divergiu para o local do alerta tendo estabelecido contacto com a embarcação pouco passava das 03h00. Após chegada ao local e de se ter verificado que o praticante estava em boas condições físicas o navio permaneceu na área por forma a garantir a salvaguarda da vida humana e a sinalização do perigo para a navegação durante o arco nocturno.”

Após reunidas as condições de segurança e avaliada a situação, o navio “prestou apoio de reboque à embarcação, pois esta encontrava-se numa área de passagem de navios de pesca, e a presença de uma embarcação desta natureza à deriva passaria a colocar em perigo à navegação circundante.”
A operação ficou concluída por volta das 7h35 junto à Praia da Baleeira em Lagos.

Leia também:

20 ofertas de emprego para Câmara algarvia

(Visited 96 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.