Alterações nos recibos verdes e alojamento local são “más notícias” para o Algarve

pub

Lagos_Anuncio

O deputado do PSD Cristóvão Norte diz que as alterações feitas pelo Governo, através do Orçamento do Estado de 2018, no que diz respeito aos recibos verdes e alojamento local são “más notícias” para o país, em geral, e para a região algarvia, em particular.

Cristóvão Norte lembra que o Algarve acolhe cerca de metade dos registos de alojamento local – superiores a 28 mil – e “este instrumento tem sido importante para dinamizar a oferta turística e combater a economia paralela, além de que criou muito auto emprego”. As medidas agora tomadas podem ter o “resultado indesejável”  do regresso às camas paralelas e ao aumento de preços que “vão tornar a região menos competitiva, para além da concentração da oferta, prejudicando o elemento mais notável do alojamento local que é permitir a pequenos proprietários rentabilizarem os seus imóveis”.

Também no que versa os recibos verdes entende que “a situação da região é delicada, já que há maior incidência de trabalhadores independentes na região, seja de falsos recibos verdes em razão da sazonalidade e de haver resistência à celebração de contratos de trabalho, quer também por predominarem no tecido laboral os prestadores de serviços”.

Em resumo, Cristóvão Norte considera que “o Governo está a cometer uma grave injustiça: o bom senso manda que volte atrás. Sem fundamento, está-se a tributar quem tem iniciativa e cria o seu próprio emprego. Isso é muito desincentivador e para uma região com o perfil do Algarve muito desfavorável.”

Leia também:

PSP de radar em punho (Novembro)

Suspeito de 8 roubos detido pela PSP

Três feridos em acidente rodoviário

(Visited 88 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *