Câmara de Faro acusa a oposição de bloquear a prestação de serviços desportivos à população

pub
pub
pub
pub
pub

A equipa liderada por Rogério Bacalhau acusa, em comunicado, a oposição de ter tomado uma posição que bloqueia a prestação de serviços desportivos à população de Faro.

Depois de 10 anos de constrangimentos de ordem financeira e legal terem levado à redução do número de funcionários da autarquia e à impossibilidade de contratação de mais recursos humanos, a autarquia preparava-se, agora, para lançar “um procedimento, público e transparente, de concessão de serviços desportivos que permitiram assegurar a totalidade das atividades já implementadas”.

Contudo, “na Assembleia Municipal do passado dia 29 de junho, os votos contra dos partidos da oposição PS, PCP,BE e inviabilizaram a subsistência e regularidade de um serviço de domínio público de incontornável importância, que, uma vez empatados num primeiro sufrágio (15 contra dos partidos acima e 15 a favor dos partidos da coligação PSD, CDS, MPT, PPM e PAN) se viram desempatados pelo voto de qualidade do presidente da mesa da Assembleia Municipal Luís Graça”.

Este “injustificável veto político” tem, refere-se no comunicado, “cataclísmicas consequências para o programa desportivo e tecido social farense”. O chumbo da proposta vai levar ao “cancelamento de 103 classes/turmas com 2760 praticantes inscritos, desde a natação para bebés até aos seniores com mais de 60 anos; à redução dos horários de abertura das Piscinas Municipais e Centro Náutico para utilização livre (atualmente com 17 mil utentes); à redução da capacidade de receber a totalidade dos alunos do primeiro ciclo no projeto escolar “Saber Nadar” (980 crianças); ao fim do projeto “Sénior Ativo” e ao “aumento da despesa em 21%, mais concretamente € 188 284,91″.

Para além disso, acrescenta o executivo, vai levar para o desemprego 22 funcionários ao serviço das anteriores concessões.

A autarquia promete, no entanto, que “tudo faremos para garantir o máximo de actividades e projectos previstos no calendário desportivo do concelho, ainda que em eminente consciência da amplitude e gravidade destas implicações.”

 

Leia também:

Câmara de Portimão prepara obras no Parque da Juventude que vão custar mais de 800 mil euros 

Incêndio obriga à evacuação de 80 pessoas de prédio

O adeus ao velho Hotel Golfinho

(Visited 58 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *