Megaoperação de combate ao jogo ilegal passou pelo Algarve

pub

O Algarve foi uma das regiões abrangidas pela megaoperação desenvolvida pela Guarda Nacional Republicana (GNR) de combate ao jogo ilícito através de plataformas online e jogos de fortuna ou azar, intitulada “Shadow Game”.

Segundo comunicado da GNR, no decurso desta operação, que empenhou um total de 677 militares e que constituiu o culminar de uma investigação que decorre há cerca de um ano, “foram realizadas 146 buscas domiciliárias e não domiciliárias que visaram a organização responsável pela conceção, distribuição e exploração de plataformas de jogo online”.

Foram ainda realizadas seis buscas domiciliárias no Luxemburgo, “as quais visaram suspeitos portugueses fixados naquele país, no âmbito de um pedido de cooperação judiciária internacional”.

Esta operação levou à detenção de 20 pessoas e à apreensão dos seguintes artigos de cerca de 320 mil euros em numerário; 49 veículos de média e alta gamas; cerca de 3 mil dispositivos de acesso ao jogo ilícito, entre os quais computadores, tablets, máquinas de jogo e periféricos; quatro servidores e 10 armas de fogo e diversas munições.

A GNR acrescenta no comunicado que, “atendendo à especificidade e complexidade da matéria objeto de investigação, participam na operação peritos forenses da EUROPOL, da Autoridade Tributária e Aduaneira e da estrutura de Investigação Criminal da GNR, bem como técnicos do Instituto de Regulação e Inspeção de Jogos”.

Os detidos começaram hoje a ser presentes no Tribunal Judicial da Comarca de Setúbal, para primeiro interrogatório judicial, estando indiciados pela prática dos ilícitos criminais de associação criminosa, fraude fiscal e exploração ilícita de jogos, entre outros.

Leia também:

Cuidado com e-mails fraudulentos 

Feira de S. Martinho: Câmara de Portimão acusa PSD de dizer “inverdades” e “falsidades”

Oferta de emprego para fábrica

(Visited 110 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub