Liguem os semáforos ou levem-nos para casa!

Flagrantes_Logo

Houve um tempo em que os semáforos eram moda, uma coisa fina e sinal de evolução. Foram sendo plantados por esse país fora, em montes de cruzamentos, oferecessem eles perigo ou não.

Entretanto, a moda deve ter mudado e foram sendo desligados. Até em cruzamentos em que é um perigo por lá passar sem essa fonte acrescida de segurança. Mas, em muitos casos, foram desligados, sim senhor, mas mantiveram-se por lá, inúteis, mas, se calhar, com o objectivo de embelezar a zona envolvente.

É o que se passa na estrada principal do Parchal (concelho de Lagoa). Por ali passam diariamente milhares e milhares de carros que, até há relativamente pouco tempo, tinham de parar junto a dois semáforos quando havia peões para atravessar. Entretanto, os dois semáforos foram desligados, mas por lá continuam.

Quando, na condição de automobilista, me deparo com uns semáforos, a minha tendência natural é verificar se as luzes vermelha ou amarela estão ligadas. Reparo que não, pelo que mantenho basicamente a mesma velocidade e, só numa segunda fase, me lembro que, para além dos semáforos, há uma passadeira e verifico, então, se há gente no passeio para atravessar a estrada. Mas, como isto se passa em fracções de segundos, é já praticamente em cima da passadeira que faço essa verificação. Eu e acho que praticamente todos os condutores.

Se não houvesse um semáforo lá espetado, obviamente que a nossa atenção iria, de imediato, para a passadeira e, se fosse necessário reduziria de imediato a velocidade. Com tudo isto, o quero dizer que acho que a manutenção junto à estrada de semáforos desligados é um perigo para peões e automobilistas, sobretudo numa zona onde vivem muitas pessoas idosas.

Portanto, senhor presidente da Câmara de Lagoa, acho que, duas duas, uma. Se a responsabilidade é sua ou dá ordens para que os semáforos sejam, novamente, ligados, ou manda levá-los para outro sítio qualquer, pois naquelas condições, não estão lá a fazer nada, a não ser aumentar a insegurança. Obrigado.

(Opinião, Jorge Eusébio)

Mais Flagrantes:

Afinal, quando é que são as presidenciais?

 

Subscreva a nossa Newsletter

(Visited 486 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.