Deputado do PCP contra posição “incoerente e contraditória” do PS

pub

O  deputado do PCP eleito pelo Algarve, Paulo Sá, considera “incoerente e contraditória” a decisão do PS de, no Parlamento, votar contra a proposta apresentada pelos comunistas de reversão do processo de fusão dos hospitais de Faro, Portimão e Lagos no Centro Hospitalar do Algarve.

A opção do PS levou ao chumbo, na Sexta-feira (1 de Abril), do projecto de resolução do PCP, uma vez que também os deputados do PSD e CDS tiveram o mesmo sentido de voto.

Mas o alvo de Paulo Sá é mesmo o PS, uma vez que a sua atitude parece “indiciar uma mudança de posição relativamente aos processos de fusão e concentração de unidades hospitalares públicas”. Isto porque, acusa o deputado, os socialistas alteraram o seu sentido de  voto em relação ao que fizeram no passado. Em Julho de 2013 e em Junho de 2014, recorda Paulo Sá, “o PS havia votado a favor dos Projectos de Resolução n.º 789/XII/2.ª e n.º 973/XII/3.ª, os quais, na sua parte resolutiva, tinham exactamente o mesmo conteúdo do Projecto de Resolução” que foi a votos na Sexta-feira.

Ao optar por chumbar o documento, “o PS assume toda a responsabilidade pelas consequências negativas que resultem da manutenção do Centro Hospitalar do Algarve”, conclui o deputado comunista.

Leia também:

PS apropria-se de projecto do PCP sobre as obras na EN 125

Subscreva a nossa Newsletter

(Visited 235 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.