Suspeitas de combinação de resultados na II Liga

Rebentou uma bronca no futebol português, mais concretamente, na II Liga. No final dos jogos de hoje, vários jogadores e dirigentes desta divisão do futebol nacional tinham à sua espera inspectores da Polícia Judiciária.

A Procuradoria-Geral da República já veio confirmar, através de comunicado, que estão a ser  realizadas “diligências de investigação em vários pontos do país, tendo sido efectuadas mais de uma dezena de detenções. Neste processo investigam-se factos susceptíveis de integrarem crimes de corrupção passiva e activa na actividade desportiva, nele figurando como suspeitos dirigentes e jogadores de futebol, bem como outras pessoas com ligações ao negócio das apostas desportivas”.

Acrescenta-se, ainda que “em causa estão suspeitas de manipulação de resultados de jogos da II Liga de Futebol, com recurso ao aliciamento de jogadores”.

Neste comunicado não é referido, mas as notícias surgidas na comunicação social indicam que em causa estão jogadores e dirigentes do Oriental, Oliveirense e Leixões.

O Oriental, aliás, já confirmou, através de um comunicado publicado na sua página oficial de Facebook, que, no final da partida desta tarde com o Atlético, no Estádio da Tapadinha, “a Polícia Judiciária abordou os jogadores do Oriental André Almeida, Diego Tavares, João Pedro e Rafael Veloso e levou-os para as suas instalações para serem ouvidos”. Adianta-se, ainda, que o presidente do clube, José Fernando Nabais, falou com o Comissário-Chefe da PJ que “não adiantou o motivo de tal operação”.

Portimonense e Gil Vicente colocaram em dúvida a verdade desportiva

Como se sabe, três clubes algarvios disputaram este campeonato. O Olhanense fez uma campanha relativamente tranquila e terminou na 7ª posição, o Farense desceu de divisão e o Portimonense ficou à porta da I Liga.

Recorde-se que, na semana passada, o Portimonense emitiu um comunicado em que colocava dúvidas sobre a verdade desportiva, referindo-se especificamente ao jogo que opôs o Feirense – a equipa que consigo lutava pela subida – ao Gil Vicente. Suspeitas que, um dia depois, também seriam tornadas públicas pelo Gil Vicente que entende ter sido prejudicado.

As notícias relativas a esta operação da PJ, contudo e, pelo menos, para já, apenas envolvem elementos ligados ao Oriental e Oliveirense, que ficaram nos últimos lugares da tabela, e o Leixões, que terminou o campeonato na 18ª posição. No entanto, não se sabe se, eventualmente, haverá suspeitas sobre jogos que estas equipas disputaram com candidatos à subida de divisão.

Liga de futebol condena “práticas que não respeitem a verdade desportiva” 

A Liga Portugal emitiu um curto comunicado no qual diz condenar “todas as práticas que não respeitem a verdade desportiva ou a tentem desvirtuar”. Manifesta também confiança “na capacidade das autoridades, de modo a que se investigue e apure algum tipo de ilícito, no sentido de assegurar a integridade das competições profissionais” e diz esperar que “desenvolvam o seu trabalho em total tranquilidade e independentes de qualquer tipo de pressão ou ruído exterior”.

(Notícia em desenvolvimento)

Leia também:

Faltou um golo para fazer a festa

Gil Vicente dá argumentos às queixas do Portimonense

SAD do Portimonense ‘atira-se’ aos árbitros

Subscreva a nossa Newsletter 

(Visited 353 times, 1 visits today)
pub

pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.