Sequestrador condenado

O Tribunal de Portimão condenou ontem (Terça-feira, 17 de Maio) a 16,5 anos de prisão o homem que, em 5 de Outubro de 2015, sequestrou no interior da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Lagos três funcionários e disparou contra os agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP) que ali acorreram, tendo atingido um deles.

O arguido foi condenado pela prática de crimes de homicídio qualificado tentado, sequestro agravado e detenção de arma proibida pelos factos ocorridos nessa data. O Tribunal decidiu, ainda, condená-lo pelos crimes de violência doméstica e de violação cometidos ao longo de vários anos contra a companheira.

O Ministério Público informa que o homem mantém-se em prisão preventiva até ao trânsito em julgado da sentença.

Leia também:

Funcionários camarários custam 157 milhões de euros

Coligação ‘Servir Portimão’ avança com auditoria às contas da Câmara

Subscreva a nossa Newsletter 



(Visited 294 times, 1 visits today)
pub

pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.