O vinho de Lagoa sabe nadar

Já está pronto para ser provado o vinho de Lagoa que, ao longo de três meses, envelheceu no fundo do Rio Arade. As 3.200 garrafas foram agora retiradas.

Esta foi mais uma forma criativa de Lagoa festejar o facto de lhe ter sido atribuído o galardão “Cidade do Vinho 2016”. A iniciativa envolveu a Câmara Municipal de Lagoa, a Única – Adega Cooperativa do Algarve e a empresa “From Algarve”.

Numa primeira fase, e ao longo de 14 meses, o vinho esteve em barricas de carvalho. Depois, foi engarrafado – sendo garantida, desde logo,  a  protecção das garrafas através da lacagem das rolhas – e acondicionado em grades próprias, sendo então submergido nas águas do Arade, a uma temperatura constante rondando os 14 graus, com ausência de luz e movimento durante todo o estágio de adormecimento, que durou 3 meses.

No passado dia 1 de Julho foram então retiradas as garrafas do fundo do rio. Na ocasião, o vereador Luís Encarnação, que tem a seu cargo este pelouro, disse que um dos objectivos essenciais desta iniciativa foi dar ao vinho um gosto mais “local”.

Segue-se o processo de rotulagem das garrafas do vinho, que ainda sofrerá análises de qualidade que permitam definir a diferença do vinho original para o estagiado.

 Leia também: Ofertas de emprego (1 de Julho)




(Visited 397 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub

pub
pub
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.