Prisão preventiva por acusação de agressão a polícia

Um homem acusado de ter agredido um oficial da Polícia de Segurança Pública (PSP) ficou em prisão preventiva, após ter sido sujeito a interrogatório judicial.

Outro homem, igualmente suspeito de de ter participado nas agressões, foi, também, ouvido por um juiz, mas ficou com termo de identidade e residência.

O Ministério Público de Faro informa que o caso ocorreu no Sábado, 24 de Setembro, na zona do Siroco, junto ao café Torres, em Olhão.

Em comunicado, refere que “a vítima, oficial da Polícia de Segurança Pública fora de serviço, ao aperceber-se que um dos suspeitos estaria a agredir uma mulher, procurou por cobro a essa situação. Nessa altura, terá sido agredido pelo casal e por um familiar que entretanto se aproximou. A agressão terá sido levada a cabo a soco, com uma garrafa de vidro, uma bengala e uma faca.”

Na sequência das agressões, o oficial da PSP teve de receber assistência hospitalar.

Os homens acabaram detidos por outros elementos da PSP e foram ontem, Segunda-feira, levados a tribunal, para primeiro interrogatório, na qualidade de suspeitos da “prática de crimes de homicídio na forma tentada e ofensa à integridade física.”

Leia também:


Subscreva a nossa Newsletter 
(Visited 455 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub

pub
pub

pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.