Vigiavam multibancos e roubavam o dinheiro levantado

pub
pub

O Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) do Ministério Público (MP) de Faro avança com acusação, em tribunal, contra três suspeitos da prática de 14 furtos qualificados, fasificação de documento e posse de arma proibida.

Alegadamente, os homens, com idades compreendidas entre os 29 e os 65 anos, vigiavam dependências bancárias situadas sobretudo no Algarve, por forma a detectarem clientes que levantavam montantes mais significativos.

Existem suspeitas de que, depois, seguiriam discretamente as vítimas até aos respectivos veículos e, após verificarem onde guardavam as quantias levantadas, esperavam que estas se afastassem e arrombavam os veículos para retirarem o dinheiro e outros valores.

Da investigação levada a cabo pelo núcleo de investigação criminal do comando territorial de Faro da Guarda Nacional Republicana (GNR) resultou as detenções dos suspeitos, em finais de Novembro do ano passado.

Nesta altura, dois dos arguidos mantêm-se em prisão preventiva e o terceiro está sujeito a proibição de contactos e de ausência da sua área de residência.

Leia também:

ASAE faz sessão de esclarecimento em Portimão

Três detidos pela PSP

(Visited 187 times, 1 visits today)
pub

pub

pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub

pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.