Autódromo do Algarve na rota da Fórmula 1?

pub
pub

(Notícia actualizada às 21H38)

A possibilidade do Autódromo Internacional do Algarve (AIA) poder vir a receber um Grande Prémio de Fórmula 1 mantém-se no horizonte, mas, nos últimos tempos, não houve qualquer evolução relevante.

A informação foi revelada ao «Algarve Marafado» pelo administrador daquele equipamento, Paulo Pinheiro, em reacção a uma notícia que, lançada pelo site especializado brasileiro motorsport.com, tem sido também difundida por diversos órgãos de informação nacionais. Segundo estas notícias, o Governo teria solicitado aos responsáveis do Autódromo que explorassem essa possibilidade e que os contactos iniciais com os novos donos da Fórmula 1 já estariam a decorrer.

Paulo Pinheiro não nega que tenha havido contactos com quem manda na Fórmula 1, até porque o Autódromo recebe várias equipas que ali realizam testes, mostra-se optimista em que, no futuro, esse sonho se concretize, mas “há ainda um longo caminho a ser percorrido”.

Por seu lado, a presidente da Câmara de Portimão, Isilda Gomes diz não saber se o Governo tomou alguma decisão, a este nível, mas “se isso aconteceu, fico muito feliz”. A autarca lembra que, em Outubro passado, na inauguração do hotel do Autódromo, “lancei esse repto ao 1º ministro porque acho que o Autódromo tem todas as condições para receber a Fórmula 1 e isso seria muito importante não só para Portimão, mas também para o Algarve e o país”.

Numa entrevista de fundo dada ao «Algarve Económico», em Abril passado, Paulo Pinheiro tinha dito que trazer um grande prémio de Fórmula 1 para cá “é um sonho” mas “achamos que estamos hoje mais perto de o concretizar do que estávamos há um ou dois anos atrás.”

Isto porque “temos vindo a fazer aquilo que é a parte que nos compete: temos a pista homolgada, conseguimos trazer os testes de Fórmula 1 da Mercedes, que é a equipa tri-campeã do mundo, o que foi para nós algo muito importante, foi um marco que nos deixou muito contentes, até porque os testes correram muito bem.”

Paulo Pinheiro garantia que a Fórmula 1 “é um bom investimento, mas é um investimento avultado, é preciso ter pulmão e fôlego para conseguir fazê-lo.” Quanto ao volume de investimento necessário, pensa que “em princípio, será mais de 15 milhões e menos de 30 milhões. Mas, chegar à parte do custo, do fee, será o culminar de um processo, de um caminho que temos vindo a percorrer.”

Nessa entrevista, o administrador do Autódromo manifestou algum optimismo pelo facto da Fórmula 1 ter deixado de ser gerida por Bernie Ecclestone e passado para o grupo americano, pois “vê-se que já há uma mudança de paradigma na forma como é gerida.”

 Leia também:

Ofertas de emprego para o IKEA

Ofertas de emprego para o Algarve (3 de Junho)

Oferta de emprego para autarquia algarvia

Subscreva a nossa Newsletter 

(Visited 631 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub

pub

pub

pub
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.