As promessas de Joaquina Matos para o próximo mandato

pub

Uma das prioridade assumidas pelo Partido Socialista (PS) de Lagos é a habitação. A equipa liderada por Joaquina Matos compromete-se a implementar, ao longo do novo mandato, “programas dedicados à construção de fogos de habitação a custos controlados.”

Também se pretende tomar medidas no sentido de fomentar a reabilitação urbana, no âmbito da Área de Reabilitação Urbana (ARU) de Lagos, “promovendo a habitação própria permanente.”

Ainda nesta vertente, é sua intenção “criar o programa ‘Habitar de novo na Cidade’, apostando na requalificação de edifícios privados localizados em locais estratégicos e que estejam devolutos e em ruínas, nomeadamente através de obras coercivas ou convencionadas com os proprietários, no sentido de promover o arrendamento até ao ressarcir do investimento.”

Construção de mais uma escola

Na área do apoio social, destaca-se a proposta de criação de um Centro de Acolhimento Temporário para Sem Abrigo.

Na vertente da Educação, a reeleita presidente de Câmara e sua equipa querem fechar o ciclo de requalificação de escolas, através da construção da nova Escola Básica do 1º Ciclo com Jardim de Infância, na freguesia da Luz, bem como proceder à requalificação da Escola Básica do 1º Ciclo de Odiáxere.

Ao mesmo tempo, o executivo vai estudar o que fazer do edifício do Antigo Ciclo Preparatório do Rossio de S. João e proceder à requalificação do imóvel.

Pretende ainda incentivar os Agrupamentos de Escolas do concelho “a criar cursos profissionais que possam ir ao encontro das necessidades locais”, nomeadamente nas áreas do turismo, pescas, desportos náuticos, hotelaria, preservação ambiental e recursos energéticos.

No que diz respeito à cultura e ao património, entre outras, estão previstas medidas como a ampliação e requalificação do Museu Municipal Dr. José Formosinho, a construção de um novo Arquivo Municipal e a implementação da Carta do Património do Centro Histórico e de outros instrumentos que permitam proceder à classificação do património existente.

Ao longo do próximo mandato, também se deverá assistir à construção da terceira fase do Anel Verde, através da reabilitação daquela zona da cidade, criando-se mais estacionamento ordenado, espaços verdes e equipamentos de lazer, como, entre outros, parque infantil e skate park. O projecto já em curso de requalificação da zona da Ponta da Piedade vai continuar.

Baixar as taxas e a factura da água

A Câmara pretende estar mais próxima do tecido empresarial e dos investidores que queiram instalar-se em Lagos. Nesta vertente, há a ideia de “continuar a empreender o caminho do movimento ‘Start Up Lagos’, criando uma incubadora especialmente ligada aos sectores estratégicos da economia local, não esquecendo, contudo, as actividades económicas tradicionais.”

Ao longo dos próximos tempos será criada uma ‘Unidade de Intervenção para o Comércio e Actividade Económica Local’, que terá como missão ajudar à revitalização do comércio no Centro Histórico. Esta entidade deverá intervir ao nível da “definição de regras para a ocupação da via pública, estudo de sinalética e mobiliário urbano, definição de zonas afectas a actividades potencialmente ruidosas, de forma a potenciar a qualificação do espaço enquanto território de grande importância para a economia local.”

Caso a maioria socialista cumpra as promessas feitas no seu programa eleitoral, a população de Lagos vai ver a sua factura da água e resíduos sólidos diminuída em 10%. Outra boa notícia é que pretende continuar a desenvolver uma  política de “desagravamento fiscal para os munícipes e empresas do concelho”, o que se traduzirá pela diminuição gradual das taxas existentes.

Reforço na limpeza

Na vertente dos transportes, fica a promessa de se proceder ao reforço e reorganização da rede de transportes urbanos “A Onda”, “criando um serviço que responda melhor às necessidades de transporte da população.”

A autarquia vai levar a cabo intervenções em vias de comunicação, como as estradas Luz-Burgau e Odiáxere-Meia Praia.

Ao nível da limpeza, há a promessa de reforçar os meios próprios da autarquia e de insistir para que a empresa Algar reajuste e reforce os seus serviços de recolha de resíduos no concelho, sobretudo no Verão. Também se prevê ampliar a rede de recolha de resíduos, através da colocação de mais ecopontos.

A autarquia deverá avançar para a criação de uma Polícia Municipal, que terá por missão “fiscalizar o cumprimento dos regulamentos municipais e a aplicação das normas legais vigentes.” No programa eleitoral do PS há, ainda, a proposta de construção de um novo Quartel dos Bombeiros.

O reordenamento da venda ambulante, a construção de mais parques infantis, a reabilitação dos campos de jogos e parques Bio Saudáveis existentes e a construção de um Centro Náutico, que possa receber grandes competições internacionais são outras das promessas feitas.

Leia também:

Resultados eleitorais algarvios em directo

Joaquina Matos tem maioria reforçada

Isilda Gomes vence com maioria absoluta

“Quero ter uma vitória esmagadora”

(Visited 1.304 times, 1 visits today)
pub

pub

pub

pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.