Coligação ‘Servir + Portimão’ acabou

pub
pub
pub
pub

A coligação ‘Servir + Portimão’, que integrou CDS, PSD,  MPT e PPM, chegou ao fim. Os elementos que foram eleitos para os diversos órgãos autárquicos por aquela coligação não vão fazer oposição formalmente unidos, mas integrados em cada uma das forças políticas pelas quais foram indicados.

José Pedro Caçorino, que foi o candidato à presidência da Câmara, diz que, por sua vontade, a coligação continuaria, mas que o PSD decidiu avançar sozinho e vai constituir grupos parlamentares próprios nas diversas assembleias de freguesia e municipal. A decisão terá sido comunicada por elementos daquele partido aos seus parceiros de coligação após a tomada de posse e realização da primeira sessão da Assembleia Municipal.

Em face disso, os restantes eleitos pela coligação devem criar um grupo que José Pedro Caçorino pretende que tenha a denominação ‘Servir Portimão’, que é aquela que utilizou ao longo do último mandato. Isto porque entende não fazer sentido que estes elementos se unam sob a sigla do CDS pois “muitas das pessoas que por nós foram indicadas e eleitas são independentes”.

Uma visão diferente da situação tem o presidente da concelhia local do PSD, Hélder Renato, que diz que a posição assumida pelo seu partido decorre simplesmente da lei.

É que “as coligações não formam grupos políticos e, formal e legalmente, só os partidos podem pedir estatuto direito de oposição”, pelo que não seria, na sua opinião, possível constituir o grupo parlamentar de uma coligação.

Em termos políticos considera esta situação como “um não assunto”, até porque diz não haver qualquer cisão e que “apoiaremos todas as propostas presentes no Programa Eleitoral apresentado e aquelas que são da nossa matriz e identidade, sejam elas apresentadas pelo PPM, MPT ou CDS”.

  Leia também:

257 ofertas de emprego para o Algarve

PSP de radar em punho

Vem aí a Feira de Santa Iria

(Visited 785 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
pub
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.