PSD diz que é “ensurdecedor” o silêncio do PS sobre o caso da falta de pediatras no Hospital de Portimão

O PSD de Portimão qualifica como “ensurdecedor” o silêncio dos dirigentes locais, distritais e nacionais algarvios do Partido Socialista, em especial da presidente da Câmara relativamente ao caso dos bebés que nasceram no Hospital de Portimão sem o apoio de qualquer pediatra.

Segundo notícias vindas a público, e que já mereceram tomada de posição do deputado social-democrata Cristóvão Norte, um dos recém-nascidos teve complicações graves que levaram a que tivesse que ser reanimado.

Em comunicado, a estrutura portimonense do PSD lembra que “em matérias idênticas, num passado recente, a Sra. Presidente de Câmara marcou presença em manifestações – legítimas em prol das preocupações de milhares de algarvios – como foi a de 10 de Julho de 2014, precisamente sobre a Maternidade de Portimão, opinando sempre sobre preocupações na área da saúde dos seus munícipes e conterrâneos regionais”.

Noutro ciclo político, recorda-se, “ouviam-se as vozes dos dirigentes locais e distritais do PS, assim com não esquecemos a presença constante da Sra. Presidente de Câmara nos cordões humanos e manifestações nas imediações do Hospital de Portimão, opinando sobre a saúde, o estado do SNS algarvio e o funcionamento do Centro Hospitalar do Algarve (CHA)”, pelo que, em face destas notícias, pergunta: “o que mudou?”

Leia também:

Ofertas de emprego para autarquia algarvia

Câmara de Portimão chumba proposta sobre a EN 125 e a Via do Infante

Ana Bacalhau actua em Olhão

(Visited 182 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.