Multas duras para pesca fora das regras

pub

Agentes da Polícia Marítima de Olhão detetaram, na manhã desta terça, no decorrer de uma ação direcionada para a apanha de bivalves e moluscos, dois homens a fazerem pesca com ganchorra de mão, arte que é proibida no interior da Ria Formosa.

Ao se aperceberem da presença dos agentes da Polícia Marítima, os homens colocaram-se em fuga, tendo abandonando as artes que, posteriormente, foram apreendidas.

Na mesma ação, foram também detetados outros dois indivíduos em atividade de pesca lúdica, com polvos subdimensionados (peso inferior a 750 gramas), estando um deles a utilizar uma arte proibida denominada “fisga”.

Os polvos que se encontravam vivos foram devolvidos ao habitat natural. Os restantes foram entregues numa Instituição Particular de Solidariedade Social, a Delegação de Moncarapacho da Cruz Vermelha Portuguesa.

A Autoridade Marítima lembra que a prática da pesca com artes não previstas, autorizadas ou licenciadas para o interior da Ria Formosa, “constitui uma contraordenação punível com coima entre €598,56 e €37.409,84”.

Quem tiver espécimes com peso inferior ao mínimo estipulado por lei, arrisca-se a multa entre os  €100 e €1.000.

O homem em cuja posse foi encontrada uma “fisga”, incorre numa contraordenação punível com coima entre €598,56 e €37.409,84.

Leia também:

62 detidos e mais de 4 mil de doses de droga apreendidas em festival de música

Veículos destruídos em incêndio

Oferta de emprego para a Universidade do Algarve

(Visited 467 times, 1 visits today)
pub

pub

pub

pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.