“Se não tivesse tanto amor-próprio já me tinha suicidado, com o que disse e se diz de mim”

pub
pub

Já está disponível mais uma edição do jornal «Lagoa Informa». O destaque maior vai para uma entrevista ao presidente da Câmara de Lagoa que garante ser, atualmente, o seu concelho “uma referência regional”.

Francisco Martins diz que, nos últimos anos, Lagoa deixou de ser um “dormitório” de outros concelhos, emancipou-se e, “em alguns aspetos, consegue fazer o que outros, de maior dimensão, não fazem.”

Apesar de haver pessoas de outros concelhos que “me perguntam quando é que vou concorrer à Câmara da sua área”, assume ter projetos para concretizar em Lagoa ao longo dos próximos sete anos, o que significa que quer voltar a ser candidato nas próximas autárquicas.

Isto apesar do cargo o afastar da família e das críticas que tem ouvido que o levam a desabafar que “se não tivesse tanto amor-próprio já me tinha suicidado, com o que disse e se diz de mim.”

Entre os principais projetos que tem para o futuro destaca, entre outros, a requalificação da baixa de Ferragudo, os silos de estacionamento naquela vila e em Carvoeiro, os parques urbanos de Lagoa e do Parchal, bem como fortes investimentos na vertente do abastecimento de água.

Outros temas desta edição do «Lagoa Informa» são o chumbo, por parte da CCDR, de um empreendimento em Benagil, a tentativa de atropelamento de uma patrulha da GNR por parte de suspeitos de assaltos e o roubo de plantas que a Câmara de Lagoa colocou entre a rotunda da Docapesca e a ponte velha de Portimão.

Leia também:

Câmara de Lagos contra encerramento de posto de correios

Camião despista-se e carro em cima de carro

GNR apreende 342 quilos de polvo

(Visited 293 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub
pub
pub