Bombeiros algarvios de luto

pub

Têm sido muitas as manifestações de pesar de ‘soldados da paz’ e associações de bombeiros que surgiram a partir do momento em que se soube do falecimento de Luís Morgado, elemento da corporação de Lagoa.

Este bombeiro encontrou a morte num acidente de viação, resultante da colisão da moto na qual se deslocava com um automóvel, ocorrida na Estrada Nacional 125, em Odiáxere, pelas 00h04 deste sábado, quando se dirigia para Lagos onde morava.

Muitos camaradas de profissão usaram as redes sociais para manifestar a tristeza pela sua prematura partida, enaltecendo as suas qualidades humanas. Também boa parte das corporações de bombeiros da região (Portimão, Albufeira, Vila do Bispo, Silves, Messines, Faro, entre outras) já vieram a público apresentar condolências à família e aos Bombeiros Voluntários de Lagoa.

Natural de Évora, tinha 32 anos de idade, e antes de ser bombeiro tinha servido como militar no Exército Português. De acordo com a sua página de Facebook tinha como lema “Sei que nada sei e tudo o que sei é fruto do meu saber” e como frase favorita: “Caminhando para frente um passo de cada vez com o orgulho de não ter passado por cima de ninguém”.

De acordo com os dados da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, esta terá sido a 12ª morte nas estradas portugueses, este ano.

Leia também:

Câmara de Portimão quer investir 10 milhões de euros em vias de comunicação

Este, sim, vai ser um mandato com condições para se fazer obra

Nesta freguesia, as famílias ganham 2.500 euros por cada nascimento

(Visited 2.023 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub