PSD alerta para “sinais de ruturas” no Hospital de Portimão

pub
pub
pub
pub

O PSD/Portimão manifesta, em comunicado, a sua “mais profunda preocupação” por, numa altura do ano em que começa a haver um aumento substancial do número de visitantes na região, já haver “sinais de ruturas em áreas essenciais da prestação de cuidados hospitalares no Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA).”

Uma das razões que leva esta força política a tomar posição é a denúncia feita pelo Sindicato Independente dos Médicos (SIM) de que “não há médicos Pediatras que assegurem os cuidados neonatais em presença física durante este fim de semana prolongado, impossibilitando assim o normal e seguro funcionamento da Maternidade daquele Hospital”, o que equivale na prática ao seu encerramento até dia 11, terça-feira.

Esta circunstância leva a que uma das alternativas passe pela ida “à já saturada Urgência do Hospital de Faro, que no caso de um algarvio residente em Odeceixe significa 1h30 a 2h00 de viagem e fazer 250 quilómetros ida e volta, pagando do seu bolso o táxi ou a ambulância ou o combustível, em vez de 45 a 50 minutos e 120 quilómetros ida e volta à Urgência do Hospital de Portimão.” Outra opção é recorrer a unidades privadas, o que significa o pagamento de um serviço ao qual as utentes “têm direito.”

No documento, a estrutura liderada por Carlos Gouveia Martins critica o Ministério da Saúde, mas também “o silêncio ensurdecedor, reiterado ao longo dos últimos 4 anos, dos agentes políticos locais.” Um silêncio que, acusa, contrasta com as iniciativas desenvolvidas outrora por, entre outros, a atual presidente de Câmara, que envolveram providências cautelares e manifestações à porta do Hospital.

O PSD/Portimão informa que “irá apresentar em local próprio o pedido para audiência local dos intervenientes com responsabilidade nesta nova falha na saúde Portimonense e algarvia” e exorta “determinados dirigentes políticos” a serem “coerentes e unirem esforços” no sentido de defender a Saúde em Portimão, no Barlavento e no Algarve.

 

LEIA TAMBÉM: 

As mudanças que a Câmara de Portimão quer fazer no estacionamento à superfície

Ofertas de emprego para agrupamento de escolas

Câmara de Lagos investe 287 mil euros no cemitério


OS NOSSOS VÍDEOS

(Visited 206 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub