Festival da Sardinha arrancou com presença surpresa de António Costa

pub

O Festival da Sardinha de Portimão arrancou ontem à tarde, tendo a abertura contado com as presenças habituais na ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, e do secretário de Estado das Pescas, o algarvio José Apolinário.

Contudo, o contingente governamental teria ainda um reforço de peso, uma vez que o primeiro-ministro, António Costa, apareceu, de surpresa, no certame, ainda a tempo de jantar e de tirar uma selfies com algumas pessoas que para o efeito fizeram de se dirigir à sua mesa.

Mais tarde, e perante várias dezenas de milhar de pessoas, o concerto inaugural seria assegurado pelos Amor Electro, poucas horas depois de saberem da morte de um dos elementos da banda, o baixista Rui Rechena, que estava internado desde junho.

Este ano, o Festival da Sardinha mudou-se do espaço situado junto à antiga Lota para um outro localizado perto do Clube Naval, onde as coletividades locais Boa Esperança, Clube União, Gejupce e Alvorense, a troco de 8,50 euros, servem menus constituídos por cinco sardinhas assadas, pão, batata cozida e salada à algarvia.

Esta noite, ao palco principal vai subir a jovem cantora Bárbara Bandeira e, amanhã, o fadista Marco Rodrigues. No sábado, a ‘banda sonora’ do Festival da Sardinha fica por conta de C4 Pedro e o certame é encerrado no domingo com a atuação dos Expensive Soul.

LEIA TAMBÉM:

“O nosso objetivo é, no prazo de 2 ou 3 anos, estarmos a faturar 100 milhões de euros”

Britânicos voltam a ‘atacar’ o Algarve

Não parece mas este é o grande palco musical do Algarve

(Visited 1.447 times, 1 visits today)
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub