Clube União Portimonense inaugura novas instalações

A segunda mais antiga coletividade do concelho de Portimão reabriu as suas portas no sábado, 26 de Outubro, no novo espaço situado na baixa da cidade.

Uma área de menor dimensão que no dizer Armando Santana, “mantém o espírito anterior, de dinamização da cultura local, convidando músicos e artistas e recuperando antigas festas, como os tradicionais assaltos de carnaval”

As novas instalações estão situadas na Rua de Olivença, nº 3, próximo do Café Brasil, com porta aberta às sextas-feiras e sábados, durante a noite, abrindo noutras ocasiões, sempre que se justificar.

Na cerimónia de reabertura estiveram presentes, Isilda Gomes, presidente da Câmara Municipal
de Portimão, Filipe Vital, vice-presidente e a vereadora da cultura, Teresa Mendes.

O Clube União Portimonense foi criado em 24 de Abril de 1917, durante décadas, conhecido como o clube dos ricos, segundo refere “Portimão e a Revolução Republicana”, de José Tengarrinha, editado pela Texto Editores, referindo que “Este qualificativo tem como fundamento a situação socioprofissional dos associados, sendo que o livro de inscrições de sócios do Clube União Portimonense, elaborado em 1933, por o anterior se ter extraviado, demonstra que de uma maneira geral, a maioria dos sócios pertencia à elite local.

Até ao sócio 50, havia 18 comerciantes, 7 proprietários, seis empregados industriais, 5 industriais, 3 despachantes de alfândega, 3 guarda-livros e dois funcionários públicos”, afirma o autor.

LEIA TAMBÉM:

Loulé ‘ataca’ o mercado francês

Ferragudo volta a ficar de ‘molho’

Ofertas de emprego no Algarve

(Visited 235 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev