Câmara de Loulé quer ajudar 1.400 famílias a conseguir “habitação digna”

A Câmara de Loulé investiu cerca de milhão e meio de euros na aquisição de um terreno no qual pretende construir um total de 128 habitações.

No decorrer das cerimónias comemorativas do 32º aniversário da cidade de Loulé, que tiveram lugar este sábado, o presidente da autarquia, Vítor Aleixo, justificou este investimento pelo facto de haver “uma carência generalizada de habitação” a preços que a população possa pagar.

Os projetos estão a “desenvolver-se a toda a velocidade”, de forma a que se possa avançar, o mais rapidamente possível, com os processos concursais que levarão à construção dos referidos fogos. Apesar disso, avisou, ainda vai levar algum tempo até que isso seja uma realidade.

O autarca referiu que o mercado não está a dar resposta, “não há casas nem para comprar nem para alugar”, pelo que a câmara tem de dar um passo em frente.

Daí que tenha aprovado a Estratégia Local de Habitação do município que tem como objetivo dar, até 2030, “habitação digna a 1.400 agregados familiares”.

Este plano tem como destinatários essencialmente dois segmentos populacionais: as famílias muito pobres e as de classe média, que embora tenham algum rendimento disponível, não é suficiente para entrarem no mercado habitacional.

Leia também:

Saiba em que obras a Câmara de Albufeira vai investir 150 milhões de euros

Câmara de Lagoa vai construir mais de 250 habitações para arrendamento

Veja onde vai estar a PSP com o radar


OS NOSSOS VÍDEOS

(Visited 383 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev