ACRAL quer medidas de apoio para o comércio local

pub
pub
pub
pub

A Associação do Comércio e Serviços da Região do Algarve (ACRAL) manifesta-se contra o facto das medidas de apoio hoje anunciadas pelo Governo não contemplarem qualquer reforço financeiro para o comércio de proximidade.

Em comunicado assinado pelo seu presidente da Direção, Paulo Alentejano, aquela associação diz lamentar que estas empresas não tenham sido consideradas.

É que, lembra, muitas delas já fecharam, “seguindo as recomendações da DGS e tendo como prioridade a saúde pública para evitar a propagação da infeção, mas também por falta de clientes”.

Não comercializando bens de primeira necessidade, estas serão as empresas que “mais dificilmente conseguirão recuperar com a crise económica vindoura”, pelo que são das que mais precisam de apoio financeiro.

Em face de tudo isto, a ACRAL subscreve a posição da CCP – Confederação do Comércio e Serviços de Portugal, pois, lê-se no documento, “acreditamos que o comércio e serviços não podem ficar para trás, sem qualquer tipo de apoio financeiro, pois também este representa um universo de famílias que muito sofrerão as consequências”.

LEIA TAMBÉM:

A estratégia da Câmara de Portimão para derrotar o Covid-19

Cinco casos de Covid-19 em Portimão

Câmara de Portimão acaba com eventos em recintos fechados

(Visited 153 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub