“A economia não pode parar mas é preciso que as pessoas tomem consciência que o vírus continua por cá”

A presidente da Câmara de Portimão, Isilda Gomes, diz que já há muitas lojas abertas no concelho, mas apela a que as pessoas cumpram as regras de segurança para que não dispare o número de casos de Covid-19.

Os comerciantes puderam voltar ao trabalho a partir da segunda-feira passada. No concelho de Portimão já há muitas lojas abertas?

Há muitas lojas abertas. Os comerciantes do concelho aderiram maciçamente a esta autorização para reabrirem os seus estabelecimentos.

Se as coisas correrem bem, no próximo dia 18 abrirão cafés, pastelarias e restaurantes. Trata-se de estabelecimentos onde se concentram mais pessoas do que nas lojas. Acha que há condições para que essa reabertura aconteça sem que o número de casos positivos dispare?

Não posso dizer que não estou apreensiva porque, infelizmente, vejo muita gente despreocupada.

Neste momento temos apenas três pessoas infetadas no município e já há muito tempo que não são surgem casos novos, mas essa é uma situação que pode mudar se não tomarmos as devidas precauções.

É certo que a economia não pode parar, os estabelecimentos devem abrir, mas é preciso que as pessoas tomem consciência que o vírus continua por cá e não temos vacina nem um medicamento que seja 100% eficaz para combatê-lo.

Enquanto este cenário se mantiver temos que tomar os maiores cuidados e cumprir as regras e as orientações que nos são dadas pela Direção-Geral da Saúde.

É urgente a definição das regras de funcionamento das praias na época balnear

Nesta altura também já se começa a pensar no Verão e na possibilidade do setor turístico ainda salvar, de alguma forma, o ano. Em Portimão, serão muitos os hotéis e alojamentos que irão abrir?

Vamos ter hotéis abertos, mas não todos. Sei que grupos que têm várias unidades hoteleiras no concelho irão, no início, abrir algumas e deixar outras fechadas e vão vendo como a procura evoluirá e se se justificar abri-las todas.

E quanto às praias, já se sabe que regras irão vigorar?

Ainda não, estão a ser trabalhadas e a informação que tenho é que irão ficar definidas para a semana. E terão mesmo que sair rapidamente, para que haja tempo para podermos implementá-las no terreno até 1 de junho, que é a data de abertura da época balnear.

Devido a este surto de Covid-19, as câmaras vão ter mais despesas e menos receitas. Já tem ideia do rombo que vai ter nas contas da sua autarquia?

Não, neste momento ainda não tenho ideia.

Mas poderá levar a situações de rutura financeira como as que aconteceram há alguns anos?

Não, porque nós só vamos gastar aquilo que temos, não iremos assumir compromissos que não possamos cumprir.

Algumas obras previstas podem vir a ser canceladas ou adiadas

Acha que, no futuro, devem ser transferidas mais verbas do Orçamento do Estado para as autarquias ou ser encontradas outras formas de aumentar as suas receitas, para as compensar dos gastos extraordinários e da quebra de receitas que agora estão a ter?

Essa é uma discussão que está a ser feita no âmbito da Associação Nacional de Municípios e que será, posteriormente, alvo de negociação com o Governo, pelo que entendo que não devo pronunciar-me publicamente neste momento sobre essa matéria.

Pensa cancelar ou adiar algumas obras que estavam previstas?

Estamos a fazer essa análise e é natural que isso aconteça, pois, também a esse nível, as coisas mudaram substancialmente com a pandemia do Covid-19.

Os serviços da Câmara vão continuar a funcionar como até aqui?

Por enquanto, sim. Continuamos a atender as pessoas via email, telefone e, em alguns casos, presencialmente, mas por marcação. Contundo, estou a equacionar a possibilidade de, a partir do dia 18, e dependendo da forma como as coisas correrem até lá, começar a abrir ao público alguns serviços.

LEIA TAMBÉM:

Covid-19: Mais dois casos no Algarve

Covid-19: Ponto de situação em Portimão

Covid-19: Portimão retira fitas de interdição ao acesso a jardins e praias

(Visited 1.609 times, 4 visits today)
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub