Já é ‘verão’ no concelho de Lagoa

A cerimónia simbólica de arranque de mais uma época balnear deu-se esta quarta-feira, na praia de Carvoeiro, no concelho de Lagoa, onde foi hasteada a bandeira azul.

O presidente da Câmara de Lagoa, Luís Encarnação, sublinhou o facto deste ser um galardão que garante “a qualidade que têm as praias de Lagoa e do Algarve”. As zonas balneares daquele concelho contam, este ano, com seis bandeiras azuis, a que se juntam nove bandeiras de qualidade ouro, uma distinção atribuída pela Quercus.

O autarca espera que esta época turística corra bem, que haja muita gente a visitar, em segurança, o concelho de Lagoa, cuja economia, lembrou, “está em cerca de 90% dependente desta atividade”.

Para que isso seja possível é necessário que as regras definidas pela Direção-Geral da Saúde sejam cumpridas. No que às praias diz respeito, há duas essenciais: “o afastamento de metro e meio entre as toalhas e de três metros entre os chapéus de sol”.

Também presente na cerimónia esteve o diretor da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) do Algarve, Pedro Coelho, que alertou para o facto de um maior número de turistas na região e, consequentemente, nas praias, vai coloca desafios acrescidos em relação à forma como a situação deve ser gerida, de maneira a que seja possível conciliar a segurança com o lazer.

Tal como já aconteceu no ano passado, foi definida a lotação máxima das praias, o que está expresso num placar eletrónico existente à entrada de cada uma, bem como o número de banhistas existentes em cada momento. Essa informação pode também ser consultada na aplicação InfoPraia.

Outra das preocupações que expressou diz respeito à possibilidade de desmoronamento das arribas, que influencia a “capacidade de carga”, ou seja, o número de pessoas que podem estar em cada estância balnear ao mesmo tempo.

O concelho de Lagoa conta com praias de grande beleza e muito famosas que atraem muita gente, mas que são bastante reduzidas e que deviam ter pouca gente no seu areal, o que nem sempre acontece. Em face disso, defendei, nos próximos tempos, “terão que ser encontradas novas formas de gestão desses espaços”.

LEIA TAMBÉM:

Oferta de emprego para autarquia algarvia

PSP recolhe 21 armas

O adeus ao velhinho Hospital de Lagos

(Visited 37 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev