Tozé Brito, Alcoolémia e Brasa Doirada atuam em Portimão

“Brasa Doirada”, “Alcoolémia”, Tozé Brito e Filipa Sousa são os próximos convidados do Choque Frontal ao Vivo, programa radiofónico que apresentado por Ricardo Coelho e Júlio Ferreira, é, mensalmente, gravado ao perante 125 pessoas, no pequeno auditório do Teatro Municipal de Portimão (TEMPO).

O primeiro a subir ao palco, já no próximo dia 12 de janeiro, pelas 21h00, é o grupo “Brasa Doirada”. Criado em 2015 por três enfermeiros e um engenheiro, todos a residir atualmente no Algarve, assume-se como ‘embaixador’ do cante alentejano em terras algarvias, através de uma musicalidade própria, onde predominam os instrumentos de corda.

Ao mesmo tempo que procura reinventar o cante, sem nunca ferir as suas origens, o grupo também pretende inovar e trazer novas sonoridades e formas de apresentação, levando a uma maior aceitação pelo público.

No dia 16 de fevereiro, o Choque Frontal ao Vivo recebe os “Alcoolémia”, banda da Amora criada em 1992, com uma linhagem de composição baseada no rock, variando a textura sonora entre punk rock, hard rock e pop, na busca de uma sonoridade própria.

O primeiro destaque da banda verificou-se na sequência da participação na meia-final do Seixal Rock 92, acumulando desde então três décadas de sucessos, aventuras e desventuras, que serão partilhadas e comemoradas no espetáculo marcado para o TEMPO.

16 de março, o convidado é Tozé Brito, reconhecido cantor, letrista e compositor português, antigo executivo das editoras Universal Music e BMG e atual vice-presidente da direção da Sociedade Portuguesa de Autores, tendo escrito mais de 500 canções, das quais cerca de uma centena são temas infantis ou criados para teatro, cinema e televisão.

O consagrado músico iniciou a sua carreira de compositor aos 17 anos, destacando-se a parceria com o poeta Ary dos Santos. Em 2021 foi lançado “Tozé Brito (de) Novo”, por ocasião do seu 70.º aniversário, composto por 12 temas, originalmente criados para artistas como Tonicha, Adelaide Ferreira, Herman José, Doce, Dina, Carlos do Carmo ou Ana Moura.

Seguir-se-á a 15 de abril a entrega de Prémios Choque Frontal Ao Vivo, depois do interregno de dois anos devido à pandemia, durante a qual vão ser distinguidas várias personalidades com o principal objetivo de incentivar a atividade musical no Algarve e em Portugal, não esquecendo outros géneros de arte. 

Naquela data, o grande auditório do TEMPO será palco privilegiado para a atuação de diversos artistas nacionais, que serão divulgados oportunamente.

Por fim, a data de 18 de maio foi escolhida para o derradeiro programa da primeira temporada de 2023 do “Choque Frontal Ao Vivo”, com a participação da cantora Filipa Sousa, natural de Albufeira, que venceu o Festival RTP da Canção em 2012. 

Filipa Sousa tem uma voz bastante versátil e eclética, melodiosa e harmoniosa, integrando diferentes projetos em distintos estilos, de que é exemplo o seu primeiro álbum a solo, intitulado “Acreditar”, inspirado pelo fado mas com influências pop. 

As gravações dos programas são realizadas a partir das 21h00, com posterior transmissão na rádio Alvor FM, devendo os interessados levantar na bilheteira do TEMPO os respetivos convites, que são gratuitos.

Leia também: Três mortes nas estradas algarvias no Natal e fim de ano

……………….
VÍDEO EM DESTAQUE

Despiste aparatoso em Portimão

Assista aqui a todos os nossos vídeos

LEIA TAMBÉM:

Quatro feridos em colisão entre duas viaturas em Portimão

Os eventos que vão animar Portimão nos primeiros meses de 2023

Os eventos que vamos ter no Algarve em janeiro

(Visited 459 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev