A Festa das Chouriças está de regresso

São Luís é homenageado nos dias 21 e 22 de janeiro em Querença, em mais uma edição da Festa das Chouriças que volta a realizar-se passados dois anos de interrupção.

As celebrações arrancam no sábado, com uma Noite de Fados, que decorrerá na Casa do Povo de Querença, pelas 21h00. Os fadistas Isa Brito, Adriana Marques e André Catarino serão acompanhados à guitarra por Valentim Filipe e na viola Nuno Martins num evento que terá um custo de entrada de 7,5 euros. Os fundos angariados revertem a favor da Paróquia. 

No domingo, dia 22, a partir das 11h00 e ao longo do dia, os visitantes poderão degustar a chouriça assada nos vários estabelecimentos de Querença, alguns localizados no Largo da Igreja. 

A celebração religiosa terá início às 14h30, com a eucaristia na Igreja de Nossa Senhora da Assunção, presidida pelo padre Carlos Aquino, à qual se seguirá a procissão solene com a imagem de S Luís, acompanhada pela Banda Filarmónica Artistas de Minerva.

Pelas 16h00, terá início o habitual e sempre animado leilão de chouriças, onde o público poderá participar e adquirir a rainha da festa, a chouriça. 

O programa integra também, pelas 17h00, as comemorações do 70º aniversário da Voz de Loulé. E às 17h30, atua o Grupo de Janeiras do Projetos Asas de Alte.

A partir das 19h00, o Salão de Festas da Casa do Povo de Querença enche-se de música para um baile animado pelo artista Rúben Filipe.

Durante o evento haverá animação de rua com o Grupo Al-Fanfarre e a Palhaça Pirolita. Das 10h00 às 18h00, decorre um Mercadinho com exposição e venda de artesanato e produtos locais, representativos da serra algarvia.

“Passe um Domingo em Querença e assista a uma das festas mais emblemáticas da região. Esperamos por si!” é o convite da organização. Esta é uma iniciativa promovida pela Comissão de Festas da Paróquia e União de Freguesias de Querença, Tôr e Benafim, com o apoio da Câmara Municipal de Loulé e da Casa do Povo de Querença.

Refira-se que as raízes deste evento remontam a uma época em que, no interior algarvio, as famílias tinham o hábito de criar o seu porco para sustento ao longo do ano. Era igualmente tradição pedir a São Luis, patrono dos animais, que conservasse em boas condições o porco, para garantir a alimentação do agregado familiar. Em forma de gratidão as famílias ofereciam ao Santo Protetor as melhores chouriças caseiras. A crença diz que em janeiro é tempo de glorificar o Santo que ajudou na criação dos animais. 

Como tal, é tradição entre os agricultores desta zona, caso os animais tenham uma vida saudável até à Festa da Matança, que se realiza no início do ano, oferecer uma ou mais chouriças a S. Luís, sendo as restantes leiloadas, em conjunto com outras ofertas, num leilão bastante concorrido.

A Festa das Chouriças de Querença surge na continuidade de uma tradição secular e é a mais emblemática festa de género no interior algarvio e, nessa medida, constitui um importante cartaz turístico nesta altura do ano, aliando a componente da gastronomia à religiosa.

Leia também: Três feridos em acidentes no concelho de Lagos

……………….
VÍDEO EM DESTAQUE

Despiste aparatoso em Portimão

Assista aqui a todos os nossos vídeos

LEIA TAMBÉM:

Quatro feridos em colisão entre duas viaturas em Portimão

Os eventos que vão animar Portimão nos primeiros meses de 2023

Os eventos que vamos ter no Algarve em janeiro

(Visited 488 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev