Lazer

À descoberta dos segredos da vila mais alta do Algarve (com vídeo)

Partilhe a notícia
pub
pub

Assista ao vídeo aqui

O nome foi dado pelos árabes: Monchique significa a Montanha Sagrada.

A vila mais alta do algarve fica a cerca de 450 metros de altitude e é sede de um concelho com pouco mais de 5 mil habitantes.

Uma vila que preserva as tradições e tem na aguardente de medronho um dos seus produtos mais conhecidos.

Mas também tem coisas pouco conhecidas, como a chaminé de saia, que vamos conhecer mais à frente.

Comecemos a nossa caminhada aqui, no miradouro de São Sebastião

Deste ponto alto conseguimos ver toda a vila.

E por entre o casario emerge a igreja matriz, que vamos visitar daqui a pouco.

Na vila serrana, impera o casario típico, rodeado pelo verde da floresta.

Sobranceiro à vila também se vislumbra o Convento de Nossa Senhora do Desterro, que está em ruínas.

Apreciada a vista a partir do miradouro, vamos descer, por esta rua bem inclinada, até ao largo dos Chorões.

Assista ao vídeo aqui

Estamos agora no centro da vila.

Este é um sítio aprazível. Aqui, existe um lago, com esculturas e uma nora – esse engenho que antigamente era essencial para retirar a água do subsolo, com a ajuda de um burro, égua ou cavalo.

Depois, vamos caminhar pelas ruas estreitas de Monchique, apreciando as suas construções típicas da serra, algumas bem antigas.

Em vários locais da vila encontramos figuras em metal, que emergem como verdadeiras pessoas.

E cá está a igreja matriz, dedicada a Nossa Senhora da Conceição.

Foi construída no século 15, ao que tudo indica no local onde existiu uma mesquita. Teve de ser recuperada no século XVIII, em resultado dos danos causados pelo terramoto de 1755.

Na igreja, merece particular destaque o seu belo pórtico manuelino.

A vista da serra acompanha toda a caminhada por estas ruas. E mesmo no inverno se encontram coloridas flores à porta de algumas casas.

Quase todos os edifícios apresentam traços sóbrios e tradicionais, incluindo o edifício da câmara municipal.

Grande parte das ruas da vila por onde caminhamos são feitas de pedras extraídas das montanhas.

Mas olhemos agora para cima, para vermos as chaminés típicas.

E entre elas, encontramos um tipo de chaminé especial.

A chaminé de saia de Monchique, que tem uma base da largura de toda a cozinha.

Este tipo de chaminé tem a capacidade de resistir ao tempo mais agreste da serra.

Monchique é isto: uma terra que vale a pena conhecer a pé, porque a cada passo há sempre algo interessante por descobrir.

Assista ao vídeo aqui:

……………….
VÍDEO EM DESTAQUE

Passadiço com vista para belas praias, um farol e um pôr do sol deslumbrante

Assista aqui a todos os nossos vídeos

(Visited 734 times, 2 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub
pub

EVENTOS NO ALGARVE