PSD propõe arte urbana em edifícios degradados de Lagos

pub

O PSD de Lagos propõe a tomada de posse administrativa, por parte da Câmara, da zona pública (passeio) da travessa dos Tanoeiros, de forma a que se possa retomar a circulação, através da criação de passagem entre a Rua 25 de Abril/Silva Lopes e Rua Soeiro da Costa.

Em tomada de posição pública, aquele partido diz que os moradores e comerciantes locais há duas semanas que têm a passagem impedida, uma situação que consideram ser necessário ultrapassar.

Outra das propostas deste partido é que se promova o desenvolvimento de arte urbana em edifícios degradados como o S. Cristóvão, Golfinho, Torres da Torralta e Rua da Barroca, para assim se atenuar o impacto visual de tal degradação.

O PSD chama, ainda, a atenção para um terreno baldio, na zona da Atalaia, “onde particulares têm vindo a acumular detritos/lixo a céu aberto, criando uma nova lixeira local”. Por outro lado, também defende uma intervenção na Avenida Cabo Bojador, para resolver os problemas colocados pelas raízes das árvores aí plantadas, que provocam “danos substanciais à integridade das condutas” de água.

Relativamente ao centro histórico, aquele partido manifesta preocupação pelo aparecimento de grupos com “comportamentos anti-sociais”, os quais provocam “mau estar a residentes, comerciantes e turistas” e manifesta-se “incrédulo com o jogo do ’empurra'” que diz haver entre a Câmara e a PSP em relação a esta questão. 

Por fim, pede a intervenção da Câmara para “ajudar a resolver situação social da cidadã sem abrigo que vagueia pela cidade.”

 Leia também:

PSP de radar em punho

Subscreva a nossa Newsletter 

(Visited 336 times, 1 visits today)
pub

pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub

pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.