PSD de Lagoa defende maior investimento social e abandono de alguns projetos

pub
pub
pub
pub

Os vereadores do PSD de Lagoa defenderam, no âmbito da discussão de revisão do Orçamento e Grandes Opções do Plano, que a grande prioridade da autarquia deve passar pelo reforço dos programas de apoio social para responder às muitas necessidades da população que resultam da crise provocada pelo surto de Covid-19.

Em contrapartida, José Inácio e Mário Vieira são da opinião que alguns dos investimentos previstos pelo município não devem avançar, nas atuais circunstâncias, pelo menos nos moldes anunciados.

Um deles é a requalificação do Centro Escolar da Mexilhoeira da Carregação, “não pela requalificação, mas sim pela proposta” apresentada, que obriga a “valores de investimento completamente desproporcionados”.

Outro é o MUCID – Casa da Cidadania. Neste caso, o grande obstáculo para a sua concretização é que o edifício escolhido (os antigos Paços do Concelho) “não tem condições físicas para albergar o projeto pretendido”.

Outras obras fora da lista de prioridades

No caso do edifício para a Universidade Sénior, o desacordo prende-se com a “localização e valor do investimento”. José Inácio e Mário Vieira considera que existem na cidade e no património imobiliário do Município opções mais adequadas.

O valor e o projeto do Silo de Estacionamento em Ferragudo também não os convencem, pelo que defendem uma solução diferente.

Outros investimentos que não estão na lista de prioridades destes autarcas, nos moldes apresentados, são: a construção de Picadeiro no espaço da FATACIL, a construção de Armazém em Porches e a requalificação das instalações do Parque Auto Municipal, para a construção de um edifício administrativo.

Igualmente devem ser abandonados, pelo menos para já, os projetos de requalificação do Parque de Feiras de Exposição de Lagoa e a execução do Espaço Gamboa no Convento de São José, neste caso por considerarem não ser a localização a adequada.

Investimento maior na rede de abastecimento de água

Em sentido contrário, defendem ser necessário investir mais fortemente na remodelação da rede de abastecimento de águas, que é “fundamental para aumentar a qualidade do abastecimento e diminuir as perdas de águas”, avançar rapidamente com a definição de bolsas de estacionamento em Carvoeiro e com a requalificação das vias de comunicação de acesso às principais zonas turísticas do concelho

Entre outras, deviam igualmente merecer um maior empenho da parte da Câmara, intervenções como a requalificação da Rua Direita na Vila de Porches, a recuperação do Moinho Velho do Parque Municipal das Fontes, a reabilitação urbana do Bairro da CHE Lagoense 1ª Fase de Lagoa e a reabilitação do Edifício Municipal no Largo Alves Roçadas.

LEIA TAMBÉM:

Covid-19: Seis novos casos em Portimão

Covid-19: Mais casos no concelho de Lagoa

Covid-19: Mais 815 casos confirmados no país

(Visited 137 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub
pub