Festa com mais de 200 pessoas foi travada pela GNR

pub
pub
pub
pub

A GNR de Loulé acabou, ontem, com uma festa ilegal com mais de 200 pessoas, que decorria em Almancil.

Em comunicado, a GNR informa que “no decorrer de diversas denúncias a informar a realização de uma festa privada, os militares realizaram diversas diligências com vista a averiguar a localização do evento, tendo apurado o local exato, pelo que procedeu à fiscalização da festa”.

O evento tinha sido “amplamente divulgado pela empresa organizadora nas redes sociais, sendo a entrada exclusiva a clientes com reserva de mesa e a localização transmitida apenas 12 horas antes do seu início, contando com diversos artistas convidados”.

Os promotores do evento “foram previamente alertados pela GNR para as medidas em vigor devido à pandemia Covid-19 e advertidos para não realizarem a festa”. Para além disso, acrescenta-se, “foi solicitado parecer à Autoridade de Saúde, que foi negativo, por não estarem salvaguardadas todas as medidas preventivas, de proteção e segurança exigíveis para um evento daquele género”.

Apesar disso, “os organizadores prosseguiram com o evento, tendo os militares da GNR chegado ao local e terminado imediatamente com a festa, ordenando a todas as pessoas que abandonassem o local”.

Foi também elaborado um auto de contraordenação por a organização não dispor de Licença Especial de Ruído emitida pela Câmara Municipal de Loulé.

A operação contou com o reforço do Grupo de Intervenção e Ordem Pública (GIOP) e do Grupo de Intervenção Cinotécnico (GIC).

Os organizadores do evento foram identificados e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Loulé.

LEIA TAMBÉM:

Covid-19: Ponto de situação em Portimão (17 de agosto)

28 ofertas de emprego

Covid-19: Cinco novos casos no Algarve

(Visited 133 times, 1 visits today)
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub
pub
pub