Portimão disponibiliza espaço de acolhimento para pessoas que vivem na rua

pub

Foi ativado, esta quarta-feira, em Portimão, um abrigo temporário para pessoas em situação de sem-abrigo, que funcionará até ao final de março de 2021, no âmbito do trabalho desenvolvido pelo NPISA – Núcleo de Planeamento e Intervenção Sem Abrigo de Portimão.

A Câmara informa, em comunicado, que “depois da experiência positiva ocorrida em janeiro e fevereiro passado nas instalações da Stª Casa da Misericórdia de Portimão, este novo abrigo ocupará um espaço atualmente gerido pelo MAPS – Movimento de Apoio à Problemática da SIDA e adjacente às suas instalações, situadas na Avenida Guanaré, junto à zona ribeirinha de Portimão”. 

Como novidade relativamente às condições proporcionadas no início de 2020, e para além de permitir acolher durante todo o inverno pessoas em situação de sem-abrigo, que aí poderão pernoitar entre as 20h00 e as 8h00, este novo espaço também está apetrechado com refeitório, o que possibilitará aos utilizadores beneficiarem de serviço de refeições, possuindo igualmente balneários separados, masculino e feminino.

Para a concretização deste objetivo, foi celebrado no passado dia 16 de dezembro  um acordo de cooperação entre o Município de Portimão e o MAPS, bem como as Junta de Freguesia de Alvor, Mexilhoeira Grande e Portimão, o Centro Hospitalar Universitário do Algarve, as Santas Casas da Misericórdia de Portimão, Alvor e Mexilhoeira Grande, a APF – Associação para o Planeamento da Família, o GRATO – Grupo de Apoio aos Toxicodependentes e a Cruz Vermelha Portuguesa – Núcleo de Portimão, para a concretização, implementação e criação do abrigo temporário, estando contemplada uma comparticipação financeira por parte da autarquia no valor de 11.730 euros, destinada a despesas com recursos humanos e funcionamento do local.

Ainda na estratégia de apoio às pessoas em situação de sem-abrigo, o MAPS assinou este mês um acordo com a Segurança Social, no qual se prevê o ingresso de Portimão na lista dos concelhos que vão adotar a solução dos apartamentos partilhados para sem-abrigo, o que irá permitir acolher mais dez pessoas no próximo ano.

LEIA TAMBÉM:

Ofertas de emprego da semana

10 ofertas de emprego

Três ofertas de emprego para Câmara

(Visited 34 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub