Médicos querem distância do Algarve

Continua difícil a tarefa de dotar os hospitais algarvios dos recursos médicos necessários, sobretudo nas especialidades em que as lacunas são maiores.

Os concursos têm vindo a ser lançados, mas os médicos continuam a não mostrar muito interesse em vir trabalhar para a região algarvia.

Esta Terça-feira, 9 de Agosto, a Administração Regional de Saúde deu conta, através de publicação dos respectivos avisos em Diário da República, de que mais alguns procedimentos concursais ficaram desertos.

Os poucos candidatos que se tinham apresentado aos concursos de Cardiologia, Ortopedia e Neurologia (a ARS queria contratar um para cada especialidade) acabaram por desistir, pelo que as vagas continuam por ocupar.

A entidade máxima da Saúde algarvia também queria reforçar, com mais três profissionais, o quadro de Assistentes Hospitalares na área de Pediatria, mas apenas conseguiu recrutar um.

Recentemente, também tinham ficado desertos os concursos para as especialidades de Nefrologia, Radiologia, Anestesiologia e Oncologia Médica.

Leia também: 

Governo reconhece necessidade de mais 51 médicos nos hospitais algarvios

Médicos continuam a não querer vir para o Algarve

Está doente? Vá à praia

Subscreva a nossa Newsletter 

(Visited 413 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.