Rui Rio defende construção de hospital central do Algarve

pub
pub

Rui Rio veio, este Sábado, ao Algarve defender a “necessidade de reformar com urgência o actual regime político de modo a que as pessoas possam voltar a falar de política e a aproximarem-se, numa lógica mais democrática, do debate politico”.

Relativamente ao partido de que quer ser líder, disse que “o PSD não tem hoje em dia a força e a vitalidade de que Portugal precisa e isso é fruto de erros do passado. Portugal precisa de um PSD forte que seja uma referência”.

Intervindo numa sessão de campanha, realizada em Loulé, o antigo autarca portuense frisou, igualmente, um dado muito importante, ao assumir que a sua candidatura é nacional e não apenas partidária. Na sua opinião, “o que os militantes do PSD vão escolher é aquele que tem mais condições e aceitação por parte de todos os portugueses para ser o próximo primeiro-ministro de Portugal, e eu acredito que reúno esse consenso”.

Relativamente à forma como tenciona constituir as listas de deputados, referiu que “a prioridade será dada às pessoas do respectivo distrito que se tenham evidenciado pela sua competência” e que não concorda “que a comissão política nacional imponha nomes”, até porque acredita “que cada distrito terá pessoas com qualidade suficiente para representar os seus conterrâneos na Assembleia da República”.

O candidato a Presidente do PSD defendeu, ainda, a necessidade de construção no Algarve de “um conjunto de infraestruturas em áreas como a educação, a acção social e o apoio à população envelhecida. Na saúde, é prioritário avançarmos com a construção de um Hospital Central”.

Leia também:

Ofertas de emprego para o Algarve (3 de Novembro)

Oito ofertas de emprego para Câmara algarvia

Ofertas de emprego para o Algarve (2 de Novembro)

(Visited 159 times, 1 visits today)
pub

pub

pub

pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.