No Sábado há marcha lenta de protesto contra as portagens

Está agendada para o próximo Sábado, 20 de Janeiro, mais uma acção de protesto contra as portagens, promovida pela Comissão de Utentes da Via do Infante (CUVI).

Trata-se de uma marcha lenta de viaturas pela Estrada Nacional (EN) 125, entre Portimão e Lagos, com partida pelas 16 horas do Parque de Feiras de Portimão (junto ao Pavilhão Arena).

Esta iniciativa foi anunciada logo no início do ano, após a CUVI fazer um balanço “negro” da sinistralidade rodoviária na região, ao longo de 2017. De acordo com os dados disponibilizados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR)ocorreram 10.752 acidentes de viação, com 30 vítimas mortais e 192 feridos graves.

São mais 511 acidentes do que em 2016 (com 10.241 acidentes, 32 mortos e 162 feridos graves), e mais 1.262 do que em 2015 (com 9.490 acidentes, 37 mortos e 167 feridos graves). Embora o número de vítimas mortais tenha diminuído nos últimos 2 anos, os feridos graves e acidentes aumentaram.

E estes dados apenas contam uma parte da realidade, uma vez que, lembra a CUVI, “incluem apenas os óbitos que tiveram lugar no local do acidente ou durante o transporte até à unidade de saúde, o que significa que as vítimas mortais podem aumentar”.

Nesse comunicado, a Comissão de Utentes da Via do Infante também criticava “os recentes aumentos verificados em alguns troços da Via do Infante, que são “muito negativos e errados para a região”, uma vez que “além de contribuírem para o agravamento da sinistralidade rodoviária, pois muitos condutores vão enveredar pela congestionada EN125, fazem aumentar as dificuldades para utentes e empresas”.

  Leia também:

Ofertas de emprego da semana

Quatro ofertas de emprego para autarquia algarvia

Ofertas de emprego para o Algarve (12 de Janeiro)

(Visited 115 times, 1 visits today)
pub

pub
pub

pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.