Músicas e danças do mundo apresentam-se em Faro

“Viva a Música! Viva a Dança!” é o mote deste ano do festival de folclore FolkFaro, que tem lugar no Teatro das Figuras, em Faro, entre os próximos dias 18 a 26 de agosto.

O certame assume-se como uma verdadeira montra das músicas e danças do mundo, daí que, ao longo destes dias, vão atuar na capital algarvia representações de diversos países. Vão marcar presença os seguintes grupos: Ensemble Aytugan (vinda da cidade de Ufa, Basquíria, Rússia), Beijing Dance Academy (Pequim, China), Ensemble Zagreb-Markovac (Zagreb, Croácia), Pyramids Folk Group (Cairo, Egito), Ritmos Del Tiempo (Surco-Lima, Perú) e Folklore Group Varenka (Saratov, Rússia).

Para além destas, também haverá participações pontuais de mais três grupos internacionais: Panamá Canta y Baila (Panamá), Group Rioni (Geórgia) e Ballet Jammu (Senegal).

As tradições portuguesas estarão, igualmente, representadas pelos seguintes grupos folclóricos de diversas regiões de Portugal: Grupo de Danças e Cantares dos Pioneiros de Vendas Novas, Grupo Académico de Danças Ribatejanas, Grupo de Danças e Cantares Besclore (Minho), Rancho Folclórico da Figueira (Portimão), Rancho Folclórico de S. B. Messines e Grupo Folclórico de Faro (entidade organizadora).

A Gala de Abertura vai ter lugar pelas 21h30 deste sábado, 18 de agosto, seguindo-se nove intensos dias, repletos de espetáculos e inúmeras atividades.

Para além dos espetáculos principais, haverá outros, diariamente, no Palco do Passeio da Doca, em simultâneo com a Feira dos Doces, Frutos Secos e Bebidas Regionais. Em cada uma dessas noites, atuarão sucessivamente os diversos grupos estrangeiros, e também haverá lugar a outras expressões artísticas com algumas participações especiais: Clube de Danças João de Deus e Associação S. Brás Bailando, Afonso Dias e Amigos com “Andanças & Cantorias”, e Sandra Cristo (Hino do FolkFaro – “Unidos Por Um Laço”.

O FolkFaro apresenta ainda diversos espetáculos nas freguesias de Faro e nos concelhos de Loulé, Olhão, S. Brás de Alportel, Albufeira, Tavira e Vidigueira, num total de 15 localidades. Diversos grupos do FolkFaro participarão nos festivais de Moncarapacho e da Luz de Tavira, em parceria com os grupos folclóricos locais.

Animações de Rua, na baixa e no Mercado Municipal, assim como os desfiles dos grupos da Pontinha ao Passeio da Doca, e as animações musicais na “Tertúlia Algarvia” também fazem constam do programa do certame.

Os Programas Especiais para crianças na Biblioteca e no Refúgio Aboim Ascensão, os programas para idosos em diversas instituições e um programa especial para os reclusos no Estabelecimento Prisional reforçam a componente social do festival.

Os Ateliers de Dança na Escola EB 2,3 Santo António irão permitir, aos mais curiosos, aprender e praticar um pouco das danças do mundo através dos grupos participantes.

A Celebração Ecuménica na Igreja da Sé, no último dia, com uma mensagem de paz e união entre os povos, constitui também motivo de interesse deste festival.

O voluntariado e a inserção do festival na comunidade são aspetos fundamentais do FolkFaro. Os voluntários asseguraram o bom funcionamento de diferentes áreas do festival: Comissão Organizadora, Alojamento, Cozinha e Refeitório, Transportes, Folk-Bar, Folk-Shop, Portaria, Secretariado, Apoio de Palco ou ainda acompanhando os Grupos como Guias.

O FOLKFARO é o único festival do sul de Portugal com a certificação internacional do CIOFF-Conselho Internacional das Organizações de Festivais de Folclore e Artes Tradicionais, uma organização não-governamental (ONG) com relações formais de consulta com a UNESCO, criada em 1970 com o objetivo de salvaguardar a promoção e difusão da cultura tradicional e do folclore. Está atualmente representado em mais de 70 países e reúne mais de 250 festivais internacionais em todo o mundo.

 

Leia também:

Combate ao campismo ilegal

Detido por roubo por esticão

PSP de radar em punho (agosto)

(Visited 542 times, 1 visits today)
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.