Imobiliário garante quase metade do orçamento da Câmara de Lagos

As verbas que a Câmara de Lagos prevê arrecadar, este ano, de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e Imposto Municipal sobre a Transmissão Onerosa de Imóveis (IMT) perfazem 28,2 milhões de euros, cerca de 44% do total do seu orçamento.

Aquela autarquia espera que nos seus cofres entrem, ao longo do ano, 11.546.626 de IMI, cerca de 18% do total das receitas previstas no orçamento de 2020, que é de 64.219.871 euros.

Quanto ao IMT (imposto resultante das transações de imóveis), a previsão aponta para um valor ainda maior, praticamente 16,7 milhões de euros, ou seja, 26% do valor global do orçamento.

Só as receitas provenientes do IMT dão, praticamente, para fazer face às despesas com o pessoal, que, de acordo com o Orçamento deverão ascender a 17,1 milhões de euros.

Leia também:

Despiste provoca morte na EN 125

Veja onde vai estar a PSP com o radar

A EMARP está a contratar


OS NOSSOS VÍDEOS

(Visited 91 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev