Agentes da Polícia Marítima salvam homem que estava em risco de afogamento

pub

Agentes da Polícia Marítima de Portimão salvaram, no sábado à noite, um homem de 52 anos de idade, que se encontrava preso numa rede no meio da ria de Alvor, em perigo de afogamento.

Em comunicado, a Autoridade Marítima informa que o alerta foi dado por um pescador lúdico, que contactou o Comando-local da Polícia Marítima de Portimão pelas 23h00, a informar que um homem se encontrava preso numa rede de pesca junto ao dique de alvor.

Chegados ao local, pelas 23h12, “os elementos da Polícia Marítima depararam-se com um indivíduo no meio da ria de Alvor a gritar por ajuda, pois a maré encontrava-se na enchente e este estava em risco de afogamento, encontrando-se com os pés presos numa rede que se estava no fundo da ria”.

Inicialmente, “os agentes contactaram a linha de emergência 112 e tentaram encontrar algo nas margens que flutuasse, para ajudar a vítima, mas devido à escuridão no local não foi possível avistar nada”.

A vítima começou a perder as forças e, “devido ao perigo iminente de afogamento, os elementos da Polícia Marítima entraram dentro de água para salvar a o homem”.

Ao chegar junto a ele, um agente da Polícia Marítima mergulhou e cortou as redes e os cabos presos nos dois pés. Este encontrava-se num local profundo e rodeado de lodo e algas.

De seguida, transportou-o pelo ombro até terra, seguindo as indicações do agente que se encontrava em terra.

Já em terra, “conseguiram vestir um fato de proteção contra a Covid-19, evitando que a vítima entrasse em hipotermia até a chegada do INEM e dos Bombeiros de Portimão, que transportaram o homem para o Centro Hospitalar Universitário do Algarve”.

LEIA TAMBÉM:

Covid-19 Portimão: Ponto de situação (16 de maio)

Ofertas de emprego

Investimento de 3,7 milhões de euros na construção de megaedifício da saúde

(Visited 195 times, 1 visits today)
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub