Câmara de Portimão entrega equipamento topo de gama ao Hospital do Barlavento

pub
pub
pub
pub

A Câmara de Portimão entregou ao Hospital do Barlavento um Pulmovista, equipamento diferenciador para ventilação em cuidados intensivos.

Trata-se, adianta a autarquia em comunicado, de “um equipamento médico topo de gama que é único na região algarvia e constitui a terceira unidade do género existente no país”.

Antes da assinatura do auto de entrega, a presidente do Município de Portimão, Isilda Gomes, justificou este investimento com a importância que representa para a comunidade local o papel dos profissionais daquela unidade hospitalar que “têm feito omeletes sem ovos” e assim contribuírem para “colocarem Portimão e o Algarve no mapa das regiões turísticas mais seguras”.

Quanto ao Pulmovista, Isilda Gomes sustentou que o aparelho “vai fazer toda a diferença”, tendo defendido na ocasião que “conseguiremos atrair mais profissionais da saúde para a região algarvia, caso haja mais meios tecnológicos e uma melhor capacidade de resposta.”

O diretor clínico do Centro Hospitalar Universitário do Algarve, Mahomede Americano, agradeceu a “valiosa oferta” e considerou “reconfortante” o apoio prestado pelo Município, destacando que a equipa que lidera “merece ter um aparelho tipo ‘rolls-royce’ como este, o qual constitui um fator de diferenciação e tem um fim tão específico.”

Vantagens do Pulmovista

Enquanto um ventilador comum, utilizado em pacientes com patologia pulmonar, funciona como substituto de um pulmão que esteja comprometido, o Pulmovista vem complementar esse serviço, ao permitir que os profissionais de saúde visualizem como é que os pulmões se distendem quando o doente inspira e expira.

Com a bateria de informações obtidas, será possível de imediato proceder a mudanças e verificar, em tempo real, como os pulmões respondem à ventilação fornecida ao doente.

O Pulmovista, que representa um investimento autárquico na ordem dos 50 mil euros, evitará o recurso a outro tipo de técnicas muito mais avançadas e dispendiosas, mas apenas disponíveis nas principais unidades hospitalares do país, e a algumas centenas de quilómetros de distância.

Esta entrega faz parte do lote de 24 ventiladores de diversas tipologias encomendados pela autarquia de Portimão, que para o efeito aplicou os 350 mil euros inicialmente destinados ao Grande Prémio de Portugal Formula 1 em Motonáutica, entretanto cancelado devido à Covid-19.

LEIA TAMBÉM:

Covid-19: Ponto de situação (29 de maio)

Câmara de Lagos vai distribuir 100 mil máscaras

11 ofertas de emprego

(Visited 1.298 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub
pub