A sabedoria de António Aleixo (III)

“Nós não devemos cantar
a um deus cheio de encantos
que se deixa utilizar
p’ra bem duns e mal de tantos.

Veste bem já reparaste
mas ele próprio ignora
que por dentro é um contraste
com o que mostra por fora.

Eu não sei porque razão
certos homens, a meu ver,
quanto mais pequenos são
maiores querem parecer.

Não sou esperto nem bruto
nem bem nem mal educado:
sou simplesmente o produto
do meio em que fui criado.”

António Aleixo, em “Este livro que vos deixo”

Leia também: A sabedoria de António Aleixo (IV)

Subscreva a nossa Newsletter

(Visited 352 times, 1 visits today)
pub

pub
pub
pub

pub
ViladoBispo_Banner_Fev

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.