Ferido em falésia e embarcação em dificuldades

O Verão continua a não dar descanso a quem tem por missão garantir a segurança e a assistência nas zonas costeiras algarvias. Este fim-de-semana, houve necessidade de resgatar um veleiro e assistir um turista, que caiu numa falésia.

O turista em causa, de nacionalidade israelita, encontrava-se, no Domingo à tarde, a descer uma falésia, em direcção à praia do Porto de Mós (Lagos), quando escorregou e caiu de uma altura de cerca de 20 metros.

Em seu socorro foram equipas dos Bombeiros de Lagos, da Polícia Marítima e do INEM.

Segundo informação da Autoridade Marítima Nacional, o homem, de 19 anos de idade, “apresentava diversas escoriações ao longo do corpo e suspeita de diversas fracturas ósseas”.

​Após ter sido imobilizado no areal, foi evacuado para o parque de estacionamento da praia, tendo sido posteriormente transportado para o hospital de Portimão através da ambulância do INEM, de forma a ser observado.​

No dia anterior, o Capitão do Porto e Comandante-local da Polícia Marítima de Lagos havia coordenado “uma operação de resgate de um veleiro com um navegador solitário, que se encontrava com um cabo preso na hélice, pertencente a redes de pesca, a cerca de 4 milhas da Praia do Martinhal”.

Assim que surgiu o alerta, foi activada a embarcação da Estação Salva-vidas do Instituto de Socorros a Náufragos (ISN) de Sagres, em que foi embarcada também uma equipa de mergulhadores de uma empresa local, para auxiliar no trabalho de remoção do cabo.

Após a conclusão com sucesso dos trabalhos, o veleiro pôde retomar a sua viagem por meios próprios.

Leia também: 

Polícia Marítima ataca a pesca lúdica

Redes e covos removidos de praia

Subscreva a nossa Newsletter 

(Visited 513 times, 1 visits today)
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.