Continua a ser preciso apoiar as vítimas do incêndio de Monchique

Em Monchique continua a ser preciso apoiar as pessoas afetadas pelo incêndio. A coordenar esse apoio encontra-se o grupo “Ajuda Monchique”, que surgiu por iniciativa de um grupo de cidadãos, que funciona em colaboração com as instituições locais.

Este grupo constituiu o Centro de Apoio à População, que está instalado na Escola Básica Manuel do Nascimento, em Monchique. A seu cargo estão os trabalhos de coordenação e processamento de todos os donativos entregues, procedendo à respetiva inventariação, organização e preparação para distribuição.

Este centro também está preparado para acolher as pessoas vítimas dos incêndios, procedendo à sua triagem e encaminhamento, caso haja essa necessidade, para o Centro de Saúde, Segurança Social ou Assistência Social do Município. 

Nesta altura, uma das maiores preocupações destes voluntários prende-se com a carência de clínicos na Unidade de Saúde Familiar para fazerem o acompanhamento de uma população fragilizada. Igualmente é necessário reforço de pessoal especializado ao nível do “apoio e acompanhamento psicológico para a prevenção do suicídio junto das pessoas afetadas, quer pela perda de bens e meios de subsistência, quer pelo trauma causado pelo perigo do incêndio”, bem como de acompanhamento psicológico das populações mais jovens, que tendo assistido de perto ao fogo, possam ter ficado com traumas, que se venham a refletir no seu percurso pessoal e desempenho escolar.

Quem pretende ajudar pode fazê-lo de várias maneiras. Uma é através do apadrinhamento de famílias ou indivíduos que perderam as suas casas, através de recursos, bens ou tempo para ajudar. Assim, a pessoa que dá fica diretamente em contacto com alguém que necessita.

Pode, igualmente, disponibilizar alojamento temporário para pessoas que necessitem de um espaço para viver enquanto as suas habitações não oferecem as condições básicas para tal, ou para voluntários que venham de outras regiões para colaborar no terreno ou alojamento permanente​para pessoas ou famílias desalojadas.

Outra possibilidade é a entrega de donativos em géneros. Os interessados podem, ainda, voluntariar-se para irem pessoalmente ajudar a equipa que se encontra no terreno. 

Para saberem, em cada momento, quais são as maiores necessidade e de que forma a sua ajuda é mais eficaz podem consultar a plataforma www.ajudamonchique.com, onde são colocadas essas informações. Estão, também, disponíveis o email: ajudamonchique@gmail.com e o grupo de Facebook https://www.facebook.com/groups/ajudamonchique.


Leia também:

Combate ao campismo ilegal

Detido por roubo por esticão

PSP de radar em punho (agosto)

(Visited 295 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.