Detido por violência doméstica

pub
pub

O Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) da GNR de Portimão deteve um homem de 42 anos, por violência doméstica, no concelho de Vila do Bispo.

Em comunicado, a GNR informa que “na sequência de uma investigação relativa a um caso de violência doméstica, em que o suspeito terá agredido e ameaçado a vítima, sua mulher de 52 anos, e familiares, tendo inclusivamente incendiado a sua viatura, foi dado cumprimento a um mandado de detenção fora de flagrante delito”.

As agressões terão tido início no final do ano de 2019, tendo vindo a intensificar-se até agora.

O homem foi presente ao Tribunal Judicial de Lagos, tendo-lhe sido aplicadas as medida de coação de apresentações semanais no posto policial da área de residência, proibição de contacto com a vítima com recurso a vigilância eletrónica, proibição de adquirir qualquer tipo de arma de fogo e ainda obrigatoriedade de frequentar o programa para agressores de violência doméstica.

Entretanto, em Loulé, o Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) da GNR de Loulé identificou duas pessoas coletivas e dois homens, de 36 e 40 anos, por abandono de resíduos em local não autorizado, em Loulé.

No decorrer de uma ação de fiscalização com vista à identificação de pessoas e empresas que faziam abandono de resíduos junto à Zona Industrial de Loulé, uma zona já referenciada por ser utilizada para esse tipo de práticas, os militares da GNR detetaram, em flagrante, quatro homens a abandonarem resíduos no solo.

A infração foi cessada de imediato e elaborados os quatro autos de contraordenação, no valor total de 68 mil euros.

LEIA TAMBÉM:

Covid-19: DGS regista 20 novos casos no Algarve

Covid-19: Ponto de situação em Armação de Pêra

Investimento de 1,6 milhões de euros nas estradas algarvias

(Visited 141 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub
pub
pub
pub