PSD/Lagoa contra a realização de obras no verão

pub
pub
pub
pub

O PSD de Lagoa diz não compreender as razões que levam a Câmara local a avançar com obras na zona de acesso à Praia da Marinha e na urbanização Algarvesol em plena época balnear.

Em comunicado, aquele partido político mostra-se “preocupado com as consequências na imagem de qualidade e organização que o município oferece aos visitantes, quer turistas e ou cidadãos proprietários de 2ª habitação no concelho, para além dos prejuízos económicos para os agentes económicos assim para a autarquia, que pode vir a ter que pagar indemnizações aos lesados”.

O PSD refere que “num período tão difícil para todos nós, que necessitamos como nunca de todos para ultrapassar a crise económica que nos bateu à porta, derivado à pandemia Covid-19” não é altura para este tipo de intervenções.

Depois da anterior época alta turística e até aparecer a pandemia, a autarquia “teve 5 meses para fazer esta obra e tinha mais 8 meses até ao final do mandato autárquico, sem criar estes lamentáveis constrangimentos a moradores, turistas, operadores turísticos, comerciantes e proprietários com segunda habitação no concelho, para o qual regressam sempre para as suas merecidas férias”, acrescentam os social-democratas lagoenses.

LEIA TAMBÉM:

Ofertas de emprego para escolas

Covid-19: Algarve ultrapassa fasquia de mil casos

Covid-19: Ponto de situação em Portimão (21 de agosto)

(Visited 86 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub