Inspetor do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras acusado de corrupção

O Procurador da República da 2ª secção da unidade de Faro do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) acusou um inspetor-chefe do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) pelo crime de corrupção passiva e duas mulheres e seis homens pelo crime de corrupção ativa.

Em comunicado, o Ministério Público adianta que, “no ano de 2018, no seu gabinete da delegação do SEF de Albufeira, o inspetor-chefe recebeu dos outros arguidos, cidadãos estrangeiros a trabalhar em Portugal, entre 300€ a 400€ em numerário como contrapartida para acelerar os seus processos de autorização de residência”.

A investigação esteve a cargo da Diretoria do Sul da Polícia Judiciária.

LEIA TAMBÉM:

Salvador Varela: De África para a Praia da Rocha com escala no Alasca

Festival da Sardinha regressa a Portimão

12 ofertas de emprego

(Visited 89 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub