Dois idosos encontrados mortos em Lagos

pub

Dois idosos foram encontrados mortos na habitação onde viviam há décadas, na rua Dr. António Guerreiro Tello, perto do mercado de Santo Amaro, na cidade de Lagos.

A Polícia Judiciária encontra-se a investigar o caso, mas o Correio da Manhã adianta que, em face do cenário encontrado, as autoridades colocam como uma hipótese provável que se tenha tratado de um homicídio seguido de suicídio.

Na base desta suposição está, em boa medida, o facto de, adianta o jornal, a mulher, de 74 anos de idade, sofrer de depressão já há alguns anos e, mais recentemente, lhe ter sido diagnosticada a doença de Alzheimer.

Esta circunstância tornava a vida do casal bastante dolorosa, pelo que pode, eventualmente, ter havido um pacto entre os dois para acabar com o sofrimento.

O jornal adianta que a mulher foi encontrada deitada na cama, com cordas enroladas ao pescoço e o homem, de 77 anos de idade, enforcado no quintal.

O alerta foi dado pelo filho do casal, a quem o pai terá enviado uma mensagem a pedir-lhe que se dirigisse à habitação.

Este desfecho deixou os vizinhos em choque. Um deles, que os conhece há longos anos, lembra-os como um casal “aparentemente muito amigo, que encontrava frequentemente a dar passeios naquela zona”, nunca tendo detetado qualquer tipo de problema ou discussão entre eles.

A mulher “queixava-se, com frequência de ser doente, era um pouco nervosa, enquanto que o marido era uma pessoa muito calma e pacata”.

Ambos tinham trabalhado na hotelaria, ele como empregado de mesa e ela como empregada de quartos, e, atualmente, encontravam-se reformados.

LEIA TAMBÉM:

Centro de Congressos do Arade vandalizado

Câmara de Lagoa vai comprar o Centro de Congressos do Arade

Festival da Sardinha regressa a Portimão

(Visited 462 times, 1 visits today)
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev