GNR ‘agarra’ casal suspeito de roubar em vários pontos do país

A GNR de Loulé constituiu arguidos um homem e uma mulher de 29 anos e 23 anos, respetivamente, por furto em estabelecimento comercial, na Amadora.

A GNR adianta, em comunicado, que no seguimento de uma investigação por furto e violência depois de roubo num estabelecimento comercial em Loulé, os militares realizaram diligências policiais que permitiram apurar a identidade e localização dos suspeitos, assim como o “modus operandi” utilizado.

Conseguiu apurar-se que os suspeitos atuavam de uma forma organizada e com tarefas bem definidas, e que estão indiciados na prática de outros furtos de estabelecimentos comerciais um pouco por todo o país. Para cometerem os ilícitos utilizavam ímanes magnéticos para desarmar os alarmes das lojas e seguidamente sacos forrados em prata, para não serem detetados pelos respetivos sistemas de segurança das lojas.

Após consumarem os furtos, os suspeitos escoavam os bens furtados comercializando-os na área metropolitana de Lisboa e através de vendas nas redes sociais.

Foi dado cumprimento a dois mandados de busca, uma domiciliária e outro em veículo, que culminaram com a apreensão do seguinte material: Uma viatura; Dois telemóveis; Um íman utilizado para a prática dos ilícitos; 3 815 euros em numerário e diversos artigos furtados em vários estabelecimentos comerciais, no valor estimado de 2 000 euros.

Os suspeitos foram constituídos arguidos, e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Loulé.

Leia também:

Os próximos eventos que pode ver em Portimão

Cinco ofertas de emprego público

“A minha expectativa é que se recupere o investimento no Centro de Congressos do Arade em 10 anos”

(Visited 191 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub