Manifestação em defesa dos serviços de Saúde

pub

O deputado eleito, no Algarve, pelo Bloco de Esquerda, João Vasconcelos, apelou à participação dos algarvios numa manifestação e cordão humano, iniciativa que está a ser promovida por um grupo de cidadãos e que está agendada para o próximo dia 10 de Dezembro (Sábado), a partir das 15 horas, em frente ao Hospital do Barlavento.

Aquele eleito diz que “a situação relatada no Hospital de Portimão envergonha-nos a todos e devia envergonhar, em primeiro lugar, todos os responsáveis que deixaram chegar a esta degradação”. Trata-se de “um ultraje às nossas consciências”, pelo que “não se pode permitir que isto continue”.

A manifestação será uma forma dos participantes mostrarem o seu desagrado pelo que ali se passa, uma forma de assegurar “a defesa do Serviço Nacional de Saúde e do Hospital de Portimão” e uma maneira de tentar “influenciar os decisores políticos”.

Nos últimos dias têm sido vários os ‘actores’ e forças políticas  – tais como Isilda Gomes e a coligação Servir Portimão – a virem para a praça pública contestar a forma como os cuidados de saúde são prestados nos hospitais da região e, em especial, no do Barlavento.

No seu mural de Facebook, João Vasconcelos também se manifesta contra a decisão do Governo de colocar o ex-ministro da Saúde, Paulo Macedo, à frente da Caixa Geral de Depósitos (CGD). Isto porque, na sua opinião, “quem quase destruiu o Serviço Nacional de Saúde durante o consulado de triste memória de Passos/Portas, não serve para salvar um banco público e, ainda por cima, com um salário milionário”.

Leia também:

Menos médicos para o concelho de Lagoa

Isilda Gomes antecipa alterações no modelo de gestão dos hospitais algarvios

Coligação ‘Servir Portimão’ quer mais médicos e enfermeiros nos hospitais algarvios

(Visited 143 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub
pub
pub
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.