Ministro promete que as obras na EN 125 vão ficar prontas antes do Verão

pub

Desta vez é que é. Desta vez é que as obras na Estrada Nacional (EN) 125, entre Olhão e Vila do Bispo, vão recomeçar e ser levadas até ao fim.

Pelo menos, foi essa a garantia que o ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, fez questão de vir dar pessoalmente aos algarvios. No decorrer de uma cerimónia realizada, esta Quinta-feira, em Lagos, o governante disse estarem finalmente criadas as condições para as obras voltarem à estrada e ficarem concluídas antes da época alta turística.

Pedro Marques revelou ter sido conseguido um acordo com a concessionária das obras, a Rotas do Algarve Litoral, que permite retomar de imediato os trabalho, embora, assuma ainda faltar o visto do Tribunal de Contas. No âmbito desse acordo, algumas das intervenções acabarão por ser realizados não por aquela empresa mas pela Infraestruturas de Portugal.

A parte da EN 125 que mais rapidamente vai ficar livre de obras é a que liga Vila do Bispo a Lagos. Os trabalhos que ainda falta realizar deverão ficar concluídos até ao final do corrente mês de Janeiro.

Até 15 de Maio é suposto ficarem prontos os seguintes troços: IC4 – Nó da A22/Faro; EN125 – Faro/Olhão e EN125 – Nó de Faro/EN2. Se tudo correr como previsto, o lanço da EN125 – Lagos/Nó do IC4, numa extensão de 69 quilómetros ficará concluído em 30 de Junho.

No total, e pelas contas do ministro,  estas obras deverão custar pouco mais de 10 milhões de euros, verba que se junta aos mais de 74 milhões já investidos, perfazendo a conta final à volta de 85 milhões de euros.

Para já, de fora ficam as obras no troço que liga Olhão a Vila Real de Sto. António, cujo concurso irá ser lançado ao longo do ano, devendo as intervenções apenas iniciar-se em 2018.

Leia também: 

Três ofertas de emprego para autarquias algarvias

Subscreva a nossa Newsletter 

(Visited 135 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub

pub

pub
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.