ACRAL moderadamente optimista com a evolução da economia portuguesa

pub
pub

A Associação do Comércio e Serviços da Região do Algarve (ACRAL) considera que os números recentemente divulgados pelo Instituto Nacional de Estatísticas (INE) sobre o desempenho da economia nacional no 1º trimestre de 2017, são positivos, mas “aconselha prudência e alerta para a necessidade de se manter esta trajectória ascendente.”

Em comunicado assinado pelo presidente da associação, Álvaro Viegas, acrescenta-se que “o crescimento de 2,8% do PIB, a maior taxa de crescimento homóloga da última década, é sem dúvida positivo, especialmente porque é conseguido através de um aumento significativo das exportações de bens e serviços, com destaque para o turismo, sector onde o Algarve, enquanto principal destino nacional, tem um papel decisivo.”

No entanto, alerta Álvaro Viegas, “é preciso tornar este ciclo consistente e estrutural”. Até porque, acrescenta o dirigente associativo, “não há motivo para euforias: em Espanha, por exemplo, a economia cresce acima de 3% há oito trimestres consecutivos.”

De acordo com o presidente da ACRAL, “apesar de se manter em terreno positivo, o investimento, em comparação com o trimestre imediatamente anterior, diminuiu e sem mais investimento podemos estar perante mais uma falsa partida da economia portuguesa, convém, por isso, manter uma atitude de grande prudência”.

Por outro lado, defende Álvaro Viegas, “é preciso manter a disciplina orçamental, mas com um Estado cumpridor, irrepreensível em matéria de pagamentos ao sector privado, e sem cortes cegos no investimento público e nas transferências para sectores relevantes, como a saúde”.

Leia também:

Ofertas de emprego para o Algarve (15 de Maio)

Ofertas de emprego para a região algarvia

Mais de 100 empregos por ocupar no Continente

(Visited 100 times, 1 visits today)
pub

pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub

pub

pub
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.